O portal do Sistema Opinião

POP9

Violência

rn

Vendedora baleada no rosto em loja morre após seis dias internada

Segundo as informações da Policia Civil, o crime teria sido praticado pelo ex-namorado da vítima, que está sendo procurado

novembro 30, 2019 às 10:47 - Por: Redação OP9

Ex-namorado da vendedora é apontado como suspeito de ser o autor do disparo no rosto dela no sábado (23). Foto: Reprodução/TV Ponta Negra

Ex-namorado da vendedora é apontado como suspeito de ser o autor do disparo no rosto dela no sábado (23). Foto: Reprodução/TV Ponta Negra

Morreu na noite da sexta-feira (29) a vendedora Renata Ranyelle Almeida, 23 de anos. Ela foi baleada no último sábado (23) quando trabalhava em uma loja em São Miguel quando foi surpreendida por um suposto assaltante, que não levou nenhum objeto da loja, mas no rosto de Renata.

Leia também:
Ex-namorado de vendedora baleada no rosto tem prisão decretada

Ela estava internada no Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, Oeste potiguar. De acordo com informações da Polícia Civil, o principal suspeito de ter cometido o crime é o ex-namorado de Renata, que teve a prisão decretada, mas segue foragido.

As imagens das câmeras de segurança flagraram o suposto assalto. O homem entrou encapuzado na loja onde Renata trabalhava, pediu o dinheiro que tinha no caixa da loja, direcionou a moça até o balcão e quando ela estava passando tudo, ele atirou no rosto dela.

O principal suspeito para a polícia seria o ex-namorado da vítima, que não teria aceitado o fim do relacionamento com a jovem. Paulo Roberto da Silva, 36 anos, está foragido desde quinta-feira (28), quando foi expedido o mandado de prisão contra ele.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: