O portal do Sistema Opinião

POP9

Investigação

rn

Mulher morre ao dar à luz gêmeos e família denuncia negligência

Cleciane Pontes da Silva, 18 anos, era moradora da cidade de Senador Georgino Avelino e foi levada às pressas em um carro comum para São José de Mipibu. Os bebês foram transferidos para uma maternidade e estão bem

agosto 14, 2019 às 16:52 - Por: Bruno Vital/OP9 e Rogério Fernandes/TV Ponta Negra

Uma mulher de 18 anos que estava grávida de gêmeos morreu ao dar à luz no município de São José de Mipibu, na Grande Natal. Cleciane Pontes da Silva era moradora de Senador Georgino Avelino, cidade distante 50 quilômetros de Natal. O caso ocorreu na segunda-feira (12).

A mulher passava por complicações na gravidez e fazia acompanhamento pré-natal de alto risco. Ela sentiu dores no sábado (9) e, após receber atendimento no Hospital de Senador Georgino Avelino, retornou para casa. No dia seguinte, Cleciane Pontes, grávida de sete meses, voltou a sentir incômodos e teve de ser socorrida às pressas para São José de Mipibu. Dezenove quilômetros separam as duas cidades.

Leia também:
Motorista de ambulância é preso após morte de bebê no interior

O município de Senador Georgino Avelino conta apenas com uma Unidade Mista de Saúde. De acordo com amigos e familiares de Cleciane, o hospital não oferece atendimento médico durante fins de semana e também no período da noite. Pessoas próximas da vítima alegam que ela foi transferida para São José de Mipibu em um carro comum, quando deveria ter sido deslocada em uma ambulância.

A direção do Hospital Regional Antônio Barros, para onde a mulher foi levada, confirmou a versão dos familiares. “Ela teria que ter sido transferida em uma viatura do Samu, até mesmo pela situação dela de já estar sentindo muitas dores”, disse o diretor administrativo da unidade, Carlos Magno.

Cleciane morreu no hospital da cidade da Grande Natal. O corpo dela foi levado para investigação no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep-RN). Apesar da tragédia, que abalou a pequena cidade de Senador Georgino Avelino com 4,3 mil habitantes, os bebês foram transferidos para uma maternidade e estão bem.

O que dizem as autoridades

A prefeita Stela Sena explicou que Senador Georgino Avelino conta apenas com uma Unidade Mista de Saúde para atender os pacientes da cidade. Dependendo da gravidade do caso, o doente é encaminhado para São José de Mipibu, procedimento que foi adotado com a mulher grávida. Ainda segundo o Executivo local, a paciente foi transportada na ambulância da prefeitura e não em um carro comum.

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) informa que o caso está sendo investigado com base nos prontuários do Hospital de São José de Mipibu e também da Maternidade Januário Cicco, onde ela fazia pré-natal. Além disso, o laudo do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) também ajudará no esclarecimento da morte.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: