O portal do Sistema Opinião

POP9

Eleições 2018

rn

Candidato do PDT ao Governo do RN anuncia apoio a Bolsonaro. Assista

Segundo candidato mais votado, Carlos Eduardo Alves adota estratégia de pedir apoio dos eleitores de Bolsonaro para tentar vencer a candidata do PT, senador Fátima Bezerra

outubro 12, 2018 às 10:26 - Por:

O candidato do PDT ao Governo do RN, Carlos Eduardo Alves, declarou voto no candidato do PSL à Presidência da República, o capitão Jair Bolsonaro. Em vídeo divulgado nesta sexta-feira (12), ele argumenta que o Brasil vive um momento muito difícil e culpa o PT, partido de sua adversária ao Governo, por esses problemas.

De acordo com Carlos Eduardo Alves, o partido de Lula prometeu muitas coisas, mas passados 12 anos as promessas não se cumpriram. Ele acrescenta que atualmente o Brasil enfrenta muito desemprego, violência e a maior crise ética de sua história.

“Por tudo isso lamentamos a ausência de Ciro Gomes no segundo turbo. Por tudo isso, não podemos errar de novo e votar no PT. Por tudo isso e para que o Rio Grande do Norte não fique fora do novo Brasil, que sairá vencedor das urnas, Bolsonaro presidente”, declarou. Carlos Eduardo Alves teve 525.933 votos, 222,2 mil a menos que sua adversária no 2º turno, a senadora Fátima Bezerra (PT).

LEIA MAIS
Fátima Bezerra e Carlos Eduardo seguem para o 2º turno no RN

O vídeo foi confirmado pela assessoria do candidato como sendo oficial. Mas em nenhuma rede social de Carlos Eduardo Alves foi postado, pelo menos até as 10h57 desta sexta-feira. A assessoria não soube informar se isso seria usado apenas nas redes sociais ou também veicula na TV.

Na quarta-feira, o PDT aprovou o que foi chamado de “apoio crítico” ao petista Fernando Haddad no segundo turno das eleições. De acordo com o presidente nacional da legenda, Carlos Lupi, essa decisão era mais um posicionamento contra Jair Bolsonaro (PSL) do que a favor de Fernando Haddad.

Lupi afirmou que isso se deve aos riscos que o candidato do PSL representa para o país. “Somos muito mais um voto contra ele (Bolsonaro), contra o risco que ele representa à democracia, aos direitos humanos, ao respeito às liberdades individuais, muito mais contra essa quase certeza dos riscos que ele (Bolsonaro) representa do que um apoio ao Haddad. Mas não vamos nos omitir (no segundo turno)”, declarou.

O OP9 apurou que esse novo posicionamento de Carlos Eduardo Alves, declarando apoio a Bolsonaro, teria disso conversado com a direção nacional do seu partido. O entendimento é que apesar de contraria a postura do partido, que é contra Bolsonaro (nacionalmente), essa atitude do ex-prefeito de Natal não deve gerar punição contra ele.

Everton Dantas

Jornalista. Editor do OP9 no RN

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: