O portal do Sistema Opinião

POP9

Regulamentação

rn

Anvisa fará consultas públicas sobre cultivo de maconha medicinal

No Rio Grande do Norte, cerca de 500 famílias dependem do uso de substâncias derivadas dos princípios ativos da maconha para tratar doenças graves

junho 18, 2019 às 18:27 - Por: Redação OP9

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a execução de duas consultas públicas relacionadas à regulamentação do cultivo controlado de cannabis sativa (maconha) para usos medicinal e científico. A Anvisa também avalia o registro de medicamentos produzidos com princípios ativos da planta.

Embora a ciência já tenha confirmado os benefícios da maconha medicinal, no Brasil o plantio da substância é proibido. “Princípios ativos extraídos da maconha têm se mostrado com um grande potencial terapêuticos para diversas patologias”, afirma o professor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Claudio Queiroz.

Leia também:
UFRN abre primeiro curso sobre uso medicinal da maconha
Sai primeira decisão no Brasil para uso de cannabis contra depressão
Avança acordo para produção de remédio à base de maconha na Paraíba
Senado avança em projeto que descriminaliza cultivo de maconha

Alguns produtos feitos à base de princípios ativos da maconha são regulamentados no Brasil. No entanto, o plantio para pesquisa e fins medicinais ainda é proibido, o que vem se tornando um drama para cerca de 500 famílias no RN que dependem do remédio para aliviar sintomas de doenças graves.

“Primeiro vem o tabu que é ‘como eu vou dar maconha para o meu filho?’ e hoje já escutei de uma mãe que, graças a mim, que o filho dela está bem por causa da maconha. Outro tabu é em relação a indústria farmacêutica que tá entrando com muita força(…) e a gente precisa saber quem realmente será beneficiado com isso”, explica Felipe Farias, coordenador da ONG Reconstruir.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: