O portal do Sistema Opinião

POP9

Polêmica

rn

Afastada a médica que rasgou receita de eleitor de Haddad

Secretaria de Saúde informou que iniciará um processo de abertura de procedimento de sindicância. Médica disse que estava arrependida do que fez

outubro 10, 2018 às 13:28 - Por: Redação OP9

Jean Menezes fez denúncia após médica ter rasgado receita após declaração que ele votou no candidato do PT. Imagem: Reprodução TV Ponta Negra

Jean Menezes fez denúncia após médica ter rasgado receita após declaração que ele votou no candidato do PT. Imagem: Reprodução TV Ponta Negra

A médica infectologista Maria Tereza da Costa Dantas está afastada das atividades no Hospital Giselda Trigueiro, em Natal, após rasgar a receita de um paciente que disse ter votado no candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad. Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou nesta quarta-feira (10) que iniciará um processo de abertura de procedimento de sindicância e tomará as medidas cabíveis dentro da Lei.

De acordo com a publicação da Sesap, “a direção do Hospital Giselda Trigueiro esclarece que esta não é uma conduta adotada pelo hospital, nem muito menos de orientação da secretaria. A profissional ficará temporariamente afastada das atividades”.

O caso aconteceu na manhã dessa segunda-feira (8), quando o aposentado José Alves de Menezes, conhecido como Jean Menezes, foi ao hospital Giselda Trigueiro buscar uma receita para medicamentos contra depressão e ansiedade. Segundo ele, sempre que sua médica não está, ele recorria à infectologista Maria Tereza da Costa Dantas. Nesse dia, foi assim. A infectologista pediu para o aposentado esperar um pouco e alguns instantes depois retornou com a receita. Ao chegar para entregar o papel, a médica perguntou ao aposentado em quem ele vota: Jair Bolsonaro (PSL) ou Fernando Haddad (PT).

Jean Menezes respondeu que vota no petista. Segundo ele, nesse momento, Maria Tereza da Costa Dantas disse “ah, é?” e rasgou a receita ali mesmo, na sua frente e na de outras pessoas. “Eu até achei que fosse brincadeira dela. Mas depois vi que não”, contou o aposentado. O caso foi parar em denúncia na delegacia.

Leia também:
Idoso acusa médica de rasgar sua receita por ele votar no PT. Assista

A infectologista confirmou, em conversa por telefone ao portal OP9, que realmente rasgou a receita do aposentado José Alves de Menezes ao saber que ele votaria em Fernando Haddad. A médica disse estar arrependida por ter feito isso. Segundo sua versão, na segunda-feira, mesmo não se sentindo bem, ela resolveu ir trabalhar e pediu aos seus auxiliares que não incluíssem nenhum paciente extra. Durante a manhã coube à médica – como já havia ocorrido outras vezes – renovar a receita para o aposentado. Os dois acabaram conversando sobre a eleição e, após saber em quem ele votara, ela rasgou a receita.

“Eu me exaltei. Eu rasguei por saber que não era eleitor do meu partido. Agi errado e não tenho a menor dúvida disso”, disse. Maria Tereza Costa Dantas comentou ainda que não deveria ter agido assim no seu ambiente de trabalho. Ela disse que estava arrependida do que aconteceu e que tentou pedir desculpas ao idoso, mas não conseguiu.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: