O portal do Sistema Opinião

POP9

CRIMINALIDADE

pe

Suspeito apontado como maior traficante de Gravatá é preso

José Almir Barros tinha três mandados de prisão contra ele. Polícia Civil acredita que ele matou pelo menos dez pessoas desde outubro de 2018

julho 11, 2019 às 17:45 - Por: Redação OP9

José Almir (foto, sendo conduzido) é apontado como autor de dez homicídio em menos de um ano. Foto: reprodução Polícia Civil

José Almir (foto, sendo conduzido) é apontado como autor de dez homicídio em menos de um ano. Foto: reprodução Polícia Civil

Um homem apontado pelas polícias Civil e Militar como o maior traficante de Gravatá, no Agreste pernambucano, foi preso nesta quinta-feira (11). José Almir Barros de Morais tinha três mandados de prisão contra ele, sendo dois por homicídio e um por tráfico de drogas. Além de várias passagens por crimes relacionados à disputa pelo domínio do tráfico em Gravatá, Pombos e Chã Grande, ele era investigado por outros seis homicídios na cidade somente no primeiro semestre de 2019.

O delegado Álvaro Grako, responsável pela investigação, acredita que Almir participou de pelo menos dez mortes de inimigos desde outubro de 2018, quando foi solto. “Ele voltou às ruas para retomar o seu território. E nessa retomada, ele vitimou muitas pessoas que estavam ocupando as bocas de fumo. Aqueles traficantes que se negavam a comprar a droga dele pagavam com a morte”, relatou.

O suspeito estava escondido em um sítio na zona rural da cidade. Com Almir, os policiais encontraram uma pistola 380 com dois pentes carregados. A arma será periciada pelo Instituto de Criminalística (IC) no intuito de identificar se ela foi usada nos homicídios que ocorreram na cidade.

A operação de prisão foi denominada Rinha Fechada porque Almir era frequentador assíduo de rinhas de galo ilegais. “Durante a investigação, nós fechamos um rinha de galo na localidade de Mandacaru que era muito frequentada por ele. Várias pessoas foram autuadas por maus tratos a animais”, recorda Álvaro Grako.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: