O portal do Sistema Opinião

POP9

PERIGO

pe

Filhotes de tubarão aparecem em áreas rasas da Praia de Boa Viagem

Desde o início de janeiro, três filhotes já foram encontrados. Segundo especialistas, isso pode significar que animais adultos têm frequentado a região

Janeiro 9, 2019 às 18:53 - Por: Redação OP9

Logo nos primeiros dias de 2019, a Praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, registrou o aparecimento de tubarões em áreas consideradas rasas. Três filhotes foram encontrados. De acordo com especialistas, isso significa que há animais adultos na região. O último filhote, da espécie galha-preta, foi encontrado na última sexta-feira (4), nas proximidades do Parque Dona Lindu. Ele pesava 5 kg, media 95 cm e foi capturado por um pescador. Segundo o Programa de Extensão Pesqueira e Gestão Ambiental do Grande Recife (Instituto Propesca), o animal acabou morrendo porque o pescador não sabia como proceder diante da situação.

A Praia de Boa Viagem é conhecida internacionalmente por conta dos ataques de tubarão. Para o Instituto Propesca, a incidência do aparecimento no litoral pernambucano têm explicação. A poluição dos rios, o desmatamento dos manguezais e as mudanças climáticas são alguns fatores que influenciam diretamente no bioma. Por isso, o alerta para os banhistas é para não ultrapassar as proteções dos arrecifes. O perigo aumenta, pois em época de férias as praias costumam ser mais frequentadas. “Nós estamos no início do ano. Queria pedir a sociedade que evitasse áreas de mar aberto. Até agora não registramos incidentes com filhotes, mas há um número alto de registros nossos de captura desses tubarões por parte de pescadores esportistas”, informa Bruno Pantoja, presidente do Propesca.

O Instituto Propesca não tem registros da quantidade de filhotes de tubarões que estão sendo capturados em Pernambuco. No entanto, para o órgão, a atividade tem atraído vários adeptos. Ainda de acordo com o instituto, há normas quanto o tamanho mínimo para a realização da captura, mas a maioria dos pescadores não sabe das medidas. O tubarão pescado no último dia 4 teria que ter sido devolvido ao mar.

“O pescador informou que teria sido a primeira vez que ele capturou, mas que outros indivíduos também tinham capturado antes. Por isso, nós temos que adotar um plano de ordenamento da pesca esportiva em Pernambuco. Eles precisam de uma instrução de saber adotar o que está estabelecido na legislação ambiental”, disse Bruno Pantoja.

A reportagem do Portal OP9  procurou o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões, que enviou a seguinte nota:

A presença de tubarões em regiões costeiras é comum em todo o mundo e, de acordo com os estudos realizados pela UFRPE em conjunto com o CEMIT, não existe superpopulação de tubarões na costa pernambucana, muito pelo contrário, as populações observadas nos estudos estão diminuindo. Capturas esporádicas de tubarões são registradas na região pela pesca artesanal, entretanto, esses animais não costumam se aproximar da área utilizada por banhistas. Além disso, animais de pequeno porte, como o que foi capturado na ocasião, não oferecem riscos significativos para os banhistas. Mas, ainda assim, é necessário que ao utilizar o ambiente marinho das praias urbanas da Cidade do Recife sejam observadas as sinalizações disponíveis nas praias, bem como sejam procurados trechos mais seguros para realizar o banho de mar, tais como áreas que possuem arrecifes.

Para mais detalhes, assista a reportagem de Rodrigo de Luna, da TV Clube, uma emissora do Sistema Opinião

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: