O portal do Sistema Opinião

POP9

BR-232

pe

Corpos de vítimas de acidente serão enterrados neste domingo

Veículo transportava um paciente para a capital do estado quando o motorista perdeu o controle e colidiu em dois automóveis. Três pessoas ficaram feridas

dezembro 22, 2018 às 14:30 - Por: Redação OP9

Ambulância saiu de Garanhuns e tinha como destino o Recife. Foto: Cortesia

Ambulância saiu de Garanhuns e tinha como destino o Recife. Foto: Cortesia

Os corpos das três vítimas mortas no acidente ocorrido na sexta-feira (21) com a ambulância, na BR-232, no município de Moreno, foram liberados do Instituto de Medicina Legal (IML), no Recife, na manhã deste sábado (22). O corpo de Severino Cândido da Silva, 73 anos, que era o paciente transportado para o Recife seguiu para Terezinha, cidade natal da vítima, onde será velado e sepultado neste domingo.

Já os corpos de Otávio Júnior da Silva, 26 anos, Eugênio da Silva, 54, que faziam serviço numa rede de telefonia quando o acidente aconteceu, foram encaminhados para a cidade de Gravatá, no Agreste. O enterro dos corpos deles também será na manhã deste domingo (22).

A filha de Severino, Ivanilda Bezerra da Silva, que também estava na ambulância, continua internada no Hospital da Restauração, na área central do Recife. De acordo com familiares, o estado de saúde da jovem é grave. A vítima teve as duas pernas quebradas e está com um coágulo na cabeça. Já técnica de enfermagem Maria Janileide Nunes de Melo já recebeu alta médica. Não há informações sobre o estado de saúde do motorista.

Leia também:
Acidente com ambulância deixa três pessoas mortas na BR-232

Sobre o acidente

A ambulância vinha do município de Terezinha, próximo a Garanhuns, nela estavam quatro pessoas: o motorista, uma técnica de enfermagem, o paciente, Severino Cândido da Silva, 73 anos, e a filha dele. O acidente aconteceu na BR-232, na altura de Moreno, na Região Metropolitana do Recife, e deixou três pessoas mortas.

Segundo testemunhas, a ambulância levava um paciente com infarto da cidade de Terezinha, no Agreste, ao Recife quando o motorista do veículo perdeu o controle e colidiu na traseira de uma caminhonete. Duas das vítimas estavam trabalhando na instalação de cabos de internet quando foram atingidas pela ambulância  desgovernada.

A irmã da Otávio, Maria de Fátima da Silva, informou à polícia que a ambulância estava em alta velocidade quando perdeu o controle, capotou várias vezes e atingiu os dois homens. Eles ainda foram socorridos mas, devido aos graves ferimentos, não resistiram e morreram antes de chegar ao hospital no Recife. O paciente não resistiu e morreu no local.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: