O portal do Sistema Opinião

POP9

Violência

pe

Corpo de homem sequestrado por supostos policiais é achado em Paulista

Ajudante de pedreiro Remerson Francisco dos Santos estava desaparecido desde o último domingo (13), quando foi levado de casa por dois homens dizendo serem policiais

Janeiro 16, 2019 às 08:20 - Por: Redação OP9

Corpo foi encontrado na Mata do Pica Pau, em Paulista, Região Metropolitana do Recife. Foto: TV Clube/Reprodução

Corpo foi encontrado na Mata do Pica Pau, em Paulista, Região Metropolitana do Recife. Foto: TV Clube/Reprodução

Dois dias depois do sequestro do marido, a diarista Andreza Ferreira da Silva recebeu a notícia que menos gostaria de ouvir. O corpo do ajudante de pedreiro Remerson Francisco dos Santos foi encontrado nesta terça-feira (15), na Mata do Pica Pau, em Paulista, Região Metropolitana do Recife. Ele estava desaparecido desde o último domingo (13), quando foi levado de casa por dois homens dizendo serem policiais. O corpo de Remerson foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, e deve ser liberado nesta quarta-feira (16).

Leia também:
Mulher diz que marido foi sequestrado por supostos policiais
Mãe denuncia que filho sumiu após ser levado por supostos policiais
Após três dias procurando filho, mãe é informada que rapaz está preso

A dupla chegou em um veículo modelo Renault Sandero de cor vermelha. Os suspeitos também pediram um valor de R$ 3 mil para liberar Remerson. Como o casal não tinha o dinheiro, o homem foi levado. “Era por volta de 19h, e eu tinha ido para um chá de revelação perto da casa da minha mãe. Meu marido disse que ia em casa e no caminho foi abordado por dois homens. Ele estava com outro homem na moto, mas falaram que só queriam ele. Eles foram para minha casa e reviraram tudo. Os dois disseram que ele iria para a Delegacia de Paulista, e eu respondi que iria também, mas não deixaram. Eles foram embora, e eu fui logo depois para a delegacia, mas ele não estava lá”, conta Andreza.

Segundo ela, o próprio marido pediu para que ela fotografasse a cena com medo de ser morto. Ao ir até a delegacia, Andreza notou que o emblema utilizado pelos supostos policiais era de um tamanho diferente dos agentes do local. A esposa contou que Remerson estava foragido da Penitenciária Agro Industrial São João (PAISJ), em Itamaracá. Ele teria sido condenado por homicídio.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: