O portal do Sistema Opinião

POP9

SALÁRIOS

pe

Vigilantes do HR decretam greve por tempo indeterminado

Funcionários alegam estar há dois meses sem salários e há cinco sem receber o vale-refeição

Janeiro 10, 2019 às 10:25 - Por: Redação OP9

Vigilantes paralisaram atividades na manhã desta quinta-feira (10). Foto: Priscila Assis/TV Clube

Vigilantes paralisaram atividades na manhã desta quinta-feira (10). Foto: Priscila Assis/TV Clube

Mais de 80 vigilantes de uma empresa terceirizada que trabalham no Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife, decretaram greve por tempo indeterminado na manhã desta quinta-feira (10). Eles alegam estar há dois meses sem receber salários e há cinco meses sem receber o ticket-refeição. Outros problemas apontados pela categoria são o atraso no curso de reciclagem obrigatório e na renovação do seguro de vida e a demora na concessão das férias. Vigilantes em cidades como Limoeiro e Caruaru também aderiram à paralisação.

A empresa responsável pela segurança do Hospital da Restauração é a Xerife Vigilância que, segundo os vigilantes, alega não receber repasses do Governo de Pernambuco há três meses, e, consequentemente, não tem condições de pagar os trabalhadores. Os funcionários afirmam que só voltam às atividades quando houver dinheiro na conta e os seus direitos sejam garantidos. Procurada, a Xerife não retornou às tentativas de contato para se posicionar sobre a paralisação.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que tem cumprido os repasses financeiros à empresa responsável pelos vigilantes do Hospital da Restauração (HR), mas que a Xerife não comprovou o pagamento das obrigações trabalhistas aos seus funcionários e, por isso, a SES fica impedida legalmente de fazer novos repasses. A Secretaria de Saúde disse aguardar a documentação da empresa para dar continuidade aos pagamentos.

A SES também informou que a situação dos vigilantes do HR vem sendo acompanhada pelo Ministério do Trabalho, que já iniciou o processo de abertura de processo para aplicação das devidas penalidades à Xerife, no intuito de resolver a situação e garantir os direitos dos trabalhadores.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: