O portal do Sistema Opinião

POP9

Amistoso

pe

Time sub-23 do Sport enfrenta a PM em partida comemorativa

Partida relembra o primeiro jogo internacional disputado em Pernambuco, em 1905. O evento também integra as comemorações pelos 194 anos da PMPE

junho 5, 2019 às 09:00 - Por: Redação OP9

A partida acontece às 15h, no Estádio Humberto de Azevedo Viana, o Tará, no campo de futebol do Quartel do Comando Geral da PMPE. Foto: Divulgação

A partida acontece às 15h, no Estádio Humberto de Azevedo Viana, o Tará, no campo de futebol do Quartel do Comando Geral da PMPE. Foto: Divulgação

O Sport e a Polícia Militar de Pernambuco vão reviver uma partida disputada há 114 anos. O time sub-23 do Leão enfrenta nesta quarta-feira (5) uma seleção de integrantes da corporação. A partida acontece às 15h, no Estádio Humberto de Azevedo Viana, o Tará, no campo de futebol do Quartel do Comando Geral da PMPE, no Derby.

A partida festiva relembra o primeiro jogo internacional disputado em Pernambuco. O amistoso aconteceu em 22 de junho de 1905, envolvendo as equipes do recém criado Sport Club do Recife e o time do English Eleven, formado por ingleses que trabalhavam na capital pernambucana. O evento também integra as comemorações pelos 194 anos da PMPE.

O jogo desta quarta-feira terá participação da banda de música da PMPE. A equipe vencedora será agraciada com um troféu e o goleiro rubro-negro Magrão foi convidado para fazer a entrega da homenagem. Quem tiver interesse em acompanhar a partida, basta levar 1kg de alimento para ser doado a uma instituição de caridade.

O articulador do encontro em 1905 foi o dirigente rubro-negro Guilherme Aquino, que anos antes trouxe de Cambridge, onde cursou engenharia, um jogo de camisas com as cores da universidade para ser usado pela equipe que depois ajudaria a fundar. O palco do encontro foi a Campina do Derby, o campo do Quartel do Comando Geral da PMPE, que hoje leva o nome de Estádio Humberto de Azevedo Viana, o Tará.

Tará foi um policial militar que fez história no futebol pernambucano vestindo a camisa do Santa Cruz, sendo considerado o maior artilheiro da história do clube, tendo marcado mais de 200 gols e ajudado o clube a conquistar os títulos estaduais de 1931, 1932, 1933, 1935 e 1940. Ele também defendeu o Náutico. Na PM, chegou ao posto de tenente-coronel.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: