O portal do Sistema Opinião

POP9

Jurídico

pe

Paysandu confirma pedido de anulação do jogo contra o Náutico no STJD

Clube paraense alega ter sido prejudicado por um erro do árbitro Leandro Vuaden, que marcou uma penalidade para os pernambucanos aos 49 minutos do segundo tempo

setembro 11, 2019 às 12:08 - Por: Redação OP9

A partida terminou empatada em 2 a 2 no tempo normal. Nos pênaltis, os alvirrubros venceram por 5 a 3 e conquistaram o acesso para a Série B do ano que vem. Foto: Léo Lemos/CNC/Divulgação

A partida terminou empatada em 2 a 2 no tempo normal. Nos pênaltis, os alvirrubros venceram por 5 a 3 e conquistaram o acesso para a Série B do ano que vem. Foto: Léo Lemos/CNC/Divulgação

O Paysandu confirmou que deu entrada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um pedido de anulação do jogo contra o Náutico nos Aflitos. O clube paraense alega ter sido prejudicado por um erro do árbitro Leandro Vuaden, que marcou uma penalidade para os pernambucanos aos 49 minutos do segundo tempo. A partida terminou empatada em 2 a 2 no tempo normal. Nos pênaltis, os alvirrubros venceram por 5 a 3 e conquistaram o acesso à Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem.

O presidente do Paysandu, Ricardo Gluck, já havia antecipado que o clube tomaria providências para rever o resultado da partida. Na segunda-feira (9), o Paysandu divulgou nota oficial sobre o caso. O texto classifica a marcação do pênalti como um “gravíssimo e escandaloso erro de arbitragem” e alega que a equipe também foi prejudicada na primeira partida do confronto, após um suposto pênalti para o time não ter sido marcado.

Para a Justiça Desportiva, um jogo só é passível de anulação em caso de descumprimento da regra, o chamado “erro de direito”. Já equívocos na marcação de um gol em impedimento, por exemplo, são denominados como “erros de fato”. Para o Paysandu, Vuaden não aplicou a regra de maneira correta, embora estivesse muito próximo do lance, o que configuraria erro de direito.

Procurado, o vice presidente jurídico do Náutico, Alexandre Carneiro, informou que o clube ainda não foi notificado oficialmente pelo STJD, mas se disse tranquilo em relação ao caso.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: