O portal do Sistema Opinião

POP9

Exonerações

pb

Sobre Operação Calvário, governador diz que o MPPB “fez o papel dele”

João Azevêdo afirmou ainda que mudanças no secretariado poderão ocorrer até o seu último dia gestão. Diário Oficial trouxe exonerações de três membros do seu alto escalão

outubro 10, 2019 às 15:29 - Por: Redação OP9

Foto: Governo do estado/Divulgação

Foto: Governo do estado/Divulgação

Durante agenda em Campina Grande nesta quinta-feira (10), o governador João Azevêdo (PSB) disse que “o Ministério Público fez o papel dele e o Executivo faz o papel que lhe cabe” em relação à quinta fase da Operação Calvário.

O Diário Oficial do Estado trouxe as exonerações de três membros do alto escalão do governo estadual: Ivan Burity (secretário executivo de Turismo), Aléssio Trindade (secretário de Educação) e Arthur Viana (coordenador de metrologia legal do Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial da Paraíba).

Leia também:
Por Calvário, governo exonera dois integrantes do alto escalão
Quinta fase da Operação Calvário prende secretário de turismo da PB
Quarta fase: Operação Calvário cumpre 19 mandados em João Pessoa
Operação Calvário: Gaeco investiga envolvimento de dez pessoas
MPPB cumpre mandados contra secretária de Administração da Paraíba
Julgamento da Cruz Vermelha: envolvidos devem devolver R$ 8,9 mi
Deputados paraibanos articulam criação da CPI da Cruz Vermelha
Gaeco desarticula organização criminosa na Cruz Vermelha
MPPB deflagra segunda fase da Operação Calvário. Secretários são alvos
Calvário: “Não se pode nem julgar nem condenar por antecipação”
Ricardo Coutinho mantém silêncio e promotores investigam campanhas

Os três foram acusados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, de terem atuado direta ou indiretamente em esquema de cobrança e recebimento de propinas de empresas fornecedoras do governo do estado.

Nas fases anteriores, deixaram o governo Livânia Farias (Administração), Gilberto Carneiro (Procuradoria-Geral do Estado) e Waldson de Souza (Planejamento, Orçamento e Gestão). Todos foram alvos de denúncia do MPPB.

João Azevêdo decidiu, também, determinar intervenção nos hospitais administrados pelo Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (Ipcep). Foram afastados servidores dos Hospitais Metropolitano de Santa Rita e Regional de Mamanguape.

Sobre mudanças no governo, João Azevêdo disse que elas poderão ocorrer até o dia 31 de dezembro de 2022, último ano da gestão. “Isso é um processo natural. É preciso que haja acomodação sempre que houver necessidade. E eu não tenho dúvida nenhuma e nem tenho problemas para fazê-las. Havendo necessidade serão feitas, sim”, ressaltou o governador.

Campina Grande

O governador João Azevêdo anunciou nesta quinta-feira (10) uma série de obras para Campina Grande, em comemoração aos 155 anos de emancipação política da cidade. São mais de R$ 135 milhões de investimentos, incluindo a construção do Centro de Convenções. O chefe do Executivo entregou as obras do Eixo das Nações e pavimentação de ruas do Conjunto Mutirão do Serrotão III.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: