O portal do Sistema Opinião

POP9

DECRETO

pb

Hospitais de Santa Rita e Geral de Mamanguape sofrem intervenções

Segundo o governo, a intervenção pretende “manter os serviços hospitalares com o devido atendimento à população”. Além disso, todas as pessoas responsáveis pela administração do Ipcep também tiveram afastamento imediato das funções

outubro 10, 2019 às 10:38 - Por: Redação OP9

Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. Foto: Divulgação/Governo da Paraíba

Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires. Foto: Divulgação/Governo da Paraíba

O governo da Paraíba decretou intervenção administrativa nos hospitais Regional de Mamanguape e Metropolitano de Santa Rita, ambos administrados pelo Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (Ipcep). A determinação foi divulgada no Diário Oficial do Estado (DOE) na manhã desta quinta-feira (10), após os contratos com a administradora terem sido alvo da quinta fase da Operação Calvário deflagrada na quarta-feira (9).

Segundo o governo, a intervenção pretende “manter os serviços hospitalares com o devido atendimento à população”. Além disso, todas as pessoas responsáveis pela administração do Ipcep também tiveram afastamento imediato de suas funções.

Leia também:
Quinta fase da Operação Calvário prende secretário de turismo da PB
Quarta fase: Operação Calvário cumpre 19 mandados em João Pessoa
Operação Calvário: Gaeco investiga envolvimento de dez pessoas
MPPB cumpre mandados contra secretária de Administração da Paraíba
Julgamento da Cruz Vermelha: envolvidos devem devolver R$ 8,9 mi
Deputados paraibanos articulam criação da CPI da Cruz Vermelha
Gaeco desarticula organização criminosa na Cruz Vermelha
MPPB deflagra segunda fase da Operação Calvário. Secretários são alvos
Calvário: “Não se pode nem julgar nem condenar por antecipação”
Ricardo Coutinho mantém silêncio e promotores investigam campanhas

Segundo a decisão, a intervenção deve acontecer em questões técnicas, administrativas, assistenciais e financeiras com o intuito de manter a conformidade entre os atos administrativos e o cumprimentos das obrigações e prestações de serviços públicos. Em meio à intervenção, é proibida a movimentação de recursos financeiros e ordenação de despesas por parte da organização social contratada, além de admissão, demissão e rescisão de empregados e contratação de bens e serviços.

Para interventor do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, em Santa Rita, foi designado o coronel bombeiro Lucas Severiano de Lima Medeiros. Já para o Hospital Geral de Mamanguape Rita, foi designado Gilson Mauro Costa Fernandes.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: