O portal do Sistema Opinião

POP9

Luto

ne

Sistema Opinião lamenta perda de Boechat, um jornalista combativo

Apresentador do Jornal da Band e da BandNews FM era sinônimo de experiência e seriedade para colegas da TV Manaíra e da BandNews FM de João Pessoa

Fevereiro 11, 2019 às 17:10 - Por: Redação OP9 e Agência Estado

Foto: Band/Reprodução

Foto: Band/Reprodução

O Sistema Opinião lamenta e se solidariza aos familiares, amigos, ouvintes e telespectadores diante da trágica notícia da morte do jornalista Ricardo Eugênio Boechat. Com a credibilidade conquistada em quase 50 anos de jornalismo, Boechat consolidou-se como a grife da notícia, informando e contextualizando a informação, com uma análise sem igual. Combativo, tendo acesso às personalidades mais importantes do país, Ricardo Boechat soube representar no plural o que é opinião.

Leia também:
Jornalista Ricardo Boechat morre em acidente de helicóptero em SP
Planalto: “Boechat foi um dos principais profissionais da imprensa”
Anac vai investigar causas do acidente que matou Boechat

Boechat era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM, além de ser colunista da revista IstoÉ. Trabalhou no jornal O Estado de S. Paulo e, também, nos jornais O Globo e O Dia. É ganhador de três prêmios Esso e, segundo o site da Band, é um dos maiores ganhadores da história do Prêmio Comunique-se, em que foi reconhecido como âncora de rádio, âncora de televisão e colunista. Também foi eleito o jornalista mais admirado do país na pesquisa do site Jornalistas&Cia em 2014.

A morte do jornalista teve grande repercussão nas redes sociais e a triste notícia foi anunciada com pesar pelos seus colegas de trabalho de diversas emissoras, inclusive da TV Manaíra, na Paraíba, integrante do Sistema Opinião. A redação da Band News FM em João Pessoa, também do grupo, repercutiu o assunto que impactou seus próprios profissionais. Alguns deles conheciam pessoalmente o jornalista. No vídeo acima, Cacá Barbosa, apresentador da TV Manaíra e âncora da BandNews FM Manaíra, destaca a importância de Boechat.

A também apresentadora da TV Manaíra e âncora da BandNews FM Manaíra, Rejane Negreiros, falou um pouco sobre a morte de Boechat.

Para o diretor de jornalismo do Sistema Opinião, Daniel Cabral, Boechat é a grande referência do jornalismo combativo e audacioso. “Mesmo com toda a liberdade garantida à nossa atividade, ele se desprendia completamente de interesses. Aliás, os interesses defendidos por ele eram sempre os da sociedade. Boechat transformou-se no porta-voz da insatisfação com as idiossincrasias da vida pública brasileira. Para o Sistema Opinião, a atenção com que sempre tratou o Nordeste, e mais especificamente a Paraíba, onde estão a Band News Manaíra e a TV Band Manaíra, nos fazia sentir orgulho em tê-lo não apenas como um voz ou uma imagem de apresentador, mas como um grande ícone que nos ensinava diariamente a prática do bom jornalismo”.

Boechat e Eduardo Barão em João Pessoa, no lançamento da Band News FM em maio de 2016. Foto: Rafael Cruz/Sistema Opinião

Boechat e Eduardo Barão em João Pessoa, no lançamento da Band News FM em maio de 2016. Foto: Rafael Cruz/Sistema Opinião

Uma triste notícia para os colegas

O apresentador José Luiz Datena interrompeu a programação da Band nesta tarde para confirmar a morte de Boechat. Emocionado, Datena disse que ele era “uma pessoa especial” e um dos maiores jornalistas do país.

Jornalistas e admiradores também lamentaram a morte de Boechat. “Tristeza e luto nessa tragédia para o jornalismo brasileiro. Perdemos uma referência para o jornalismo combativo e questionador”, escreveu Flávio Fachel, apresentador do Bom Dia RJ. “Tá difícil de segurar a onda por aqui. Um dia choro por centenas, noutro por dezenas, agora choro por um colega: Ricardo Boechat, agora não! O jornalismo precisa de você”, escreveu Milton Jung, da CBN.

A colunista do BR 18 e colunista do Estado Vera Magalhães chamou o jornalista de “referência do jornalismo, colunista, como âncora”. “Com tudo o que era, conseguia ser generoso com quem tinha menos experiência. No encontro que tivemos, me brindou com essa generosidade que nem sei se merecia.”

Já o jornalista André Trigueiro lembrou do período em que trabalhou com Boechat na TV Globo. “Jornalista valente, corajoso, contundente, um dos grandes nomes dessa nossa profissão”, disse. “Ricardo Boechat era um voz contestadora na imprensa, fará muita falta”, lamentou Mauro Cezar, jornalista da ESPN.

A jornalista Miriam Leitão, da TV Globo, também falou sobre a morte do “querido amigo”. “Não posso acreditar. Eu lhe devo tantos favores, tantas palavras generosas em momentos difíceis. Você foi pessoa linda, jornalista maravilhoso.”

“Meus sentimentos para a família do Boechat, um dos melhores e mais geniais jornalistas e comunicadores do Brasil”, escreveu o comentarista internacional Guga Chacra.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: