O portal do Sistema Opinião

POP9

Exemplos

ne

Banco do Nordeste reconhece microempresas de sucesso no Ceará

Três empreendimentos nas categorias Comércio, Serviços e Indústria foram contemplados em premiação realizada em Fortaleza

Maio 10, 2019 às 15:00 - Por: Redação OP9

Antonio Vittorino, José Blanchard, Romildo Rolim, e Raimundo Nonato na solenidade de entrega dos prêmios. Foto: BN/Divulgação

Antonio Vittorino, José Blanchard, Romildo Rolim, e Raimundo Nonato na solenidade de entrega dos prêmios. Foto: BN/Divulgação

A paixão de José Blanchard Girão Ribeiro Filho pelos peixes nasceu já durante a sua infância, quando ele costumava visitar o lago que ficava no zoológico do Parque das Crianças, em Fortaleza. Adulto, tornou-se criador em um pequeno sítio no município de Aquiraz, de forma despretensiosa. Em 1996, decidiu iniciar cultivo profissional de peixes ornamentais.

O sucesso foi tanto que hoje sua empresa Piscicultura Tanganyika produz mais de 300 espécies, atende a todo o mercado brasileiro e também exporta para Ásia e Europa. Em dois hectares de área construída, o empreendimento abriga 2 mil tanques de diversos tamanhos e mil aquários, e emprega ainda 50 pessoas.

“Para começar uma atividade do zero, você tem que fazer o que gosta e sabe. O segundo passo é procurar um agente financeiro como o Banco do Nordeste, que foi de fundamental importância para que eu pudesse antecipar em 50% o tempo que eu levaria para chegar ao estágio em que cheguei”, avalia o empreendedor, que foi um dos três vencedores cearenses do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa, na categoria Comércio.

A solenidade de entrega foi realizada na quinta-feira (9), na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e contou com a presença dos presidentes do Banco do Nordeste e da CDL de Fortaleza, respectivamente Romildo Rolim e Assis Cavalcante, o superintendente estadual do Banco, Rodrigo Bourbon, e outros gestores de ambas as instituições, clientes e empresários.

Os outros dois vencedores foram Raimundo Nonato Nascimento, dono do Restaurante Lagoa Cheia, em Caucaia; na categoria Serviço, e Antônio Vittorino de Checchi, proprietário da empresa de material de construção Cosmac, em Sobral, vencedor entre as indústrias.

Em toda a área de atuação, centenas de clientes foram indicados pelas diversas agências do Banco. Ao todo, serão premiados 33 clientes, três por estado do Nordeste, além do norte de Minas Gerais e Espírito Santo.

As empresas vencedoras foram selecionadas de acordo com os seguintes critérios: inovações empregadas no negócio, competitividade, adoção de práticas que visam à redução do impacto ambiental, número de empregos gerados e evolução das receitas após o financiamento.

Em 2018, o Banco do Nordeste financiou R$ 2,9 bilhões para o segmento por meio de linhas de crédito de longo e curto prazos, incluindo produtos que utilizam recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Atualmente, o Banco conta com carteira ativa de mais de 194 mil micro e pequenas empresas.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: