O portal do Sistema Opinião

POP9

Balanço

ne

Nordestinos conquistaram um quinto dos ouros brasileiros no Pan

Foram 12 ouros dos atletas da região, com nomes como Isaquias Queiroz e Etiene Medeiros. Ao todo, o Nordeste conquistou 33 medalhas (12 ouros, 10 pratas e 11 bronzes)

agosto 12, 2019 às 13:00 - Por: Redação OP9


Os nordestinos conquistaram um quinto das 55 medalhas de ouro do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, no Peru. Foram 12 ouros dos atletas da região (em modalidades individuais e coletivas), com destaque para nomes como Isaquias Queiroz, Etiene Medeiros e Edival “Netinho Marques”. Ao todo, o Nordeste conquistou 33 medalhas (12 ouros, 10 pratas e 11 bronzes). Já o Brasil levou 171 medalhas, na melhor campanha na história da competição (55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze). No mapa acima você confere a relação completa com as medalhas do Nordeste.

Leia também:
Brasil confirma melhor campanha da história em Jogos Pan-Americanos
Pan de Lima começa nesta quarta-feira com 49 atletas nordestinos

Foram mais de 50 atletas nordestinos em Lima. A Bahia foi a responsável pelo maior número de medalhas do Nordeste, com 10. De lá, vieram ouros como os de Isaquias Queiroz, maior destaque do Brasil na canoagem; Ana Marcela Cunha, na maratona aquática; e Beatriz Ferreira, no boxe. Beatriz foi a primeira brasileira campeã pan-americana na modalidade.

Etiene Medeiros. Edival "Netinho" e Isaquias Queiroz brilharam no Pan-Americano. Foto: Reprodução

Etiene Medeiros. Edival “Netinho” e Isaquias Queiroz brilharam no Pan-Americano. Foto: Reprodução

A pernambucana Etiene Medeiros, da natação, conquistou um ouro, duas pratas e um bronze, entrando de vez na história do esporte no Brasil. O resultado fez ela se tornar uma das brasileiras que mais conquistou medalhas em Jogos Pan-Americanos (foram oito, ao todo, contando com outras quatro em 2015, em Toronto). O seleto grupo também conta com a presença de outra nadadora pernambucana, Joanna Maranhão.

Outro destaque ficou por conta do Piauí. O estado conquistou quatro das cinco medalhas do Brasil no badminton. A exceção foi o título de Ygor Coelho, no masculino. O Piauí brilhou nas duplas: bronze no masculino (Fabrício Farias e Francielton Farias), no feminino (Sâmia Lima e Jaqueline Lima) e nas mistas (Fabrício Farias e Jaqueline Lima).

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: