O portal do Sistema Opinião

POP9

Tortura

in

Gangue usa pitbull para arrancar pênis de suspeito de estupro

Cena foi gravada por um dos criminosos e divulgada como uma espécie de “aviso” para quem comete práticas semelhantes. Caso aconteceu na Cidade do México

setembro 12, 2019 às 10:25 - Por: Redação OP9

O homem de aproximadamente 30 anos teria sido atacado após abusar sexualmente de uma mulher. Foto: Twitter/Reprodução

O homem de aproximadamente 30 anos teria sido atacado após abusar sexualmente de uma mulher. Foto: Twitter/Reprodução

Uma gangue mexicana usou um cão da raça pitbull para torturar e mutilar um suspeito de estupro. Atacado pelo animal, o homem acabou tendo o pênis arrancado.

A cena foi gravada por um dos criminosos e divulgada como uma espécie de “aviso” para quem comete práticas semelhantes. Segundo o jornal inglês Daily Mirror, o caso aconteceu há cerca de um mês na Cidade do México, capital do país.

O homem de aproximadamente 30 anos teria sido atacado após abusar sexualmente de uma mulher. As imagens mostram quando ele pede para a gangue pare e o deixe ir.

Ao invés disso, um dos membros do grupo cobre a boca da vítima com um pano para abafar os pedidos de socorro. O estado de saúde do homem ainda é desconhecido.

A taxa de estupros no México é de 12,6 casos por 100 mil habitantes, uma das mais altas do mundo. Entretanto, acredita-se que o número real seja ainda maior, já que muitos casos não são denunciados. O país é um dos mais violentos do mundo, com 17 mil homicídios registrados no primeiro semestre deste ano.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: