O portal do Sistema Opinião

POP9

Crueldade

in

A mando do pai, homem mata a própria irmã na Cisjordânia

Crime aconteceu porque Israa Ghrayeb postou um vídeo na internet ao lado de um rapaz que com quem namoraria. Para o pai e o irmão, publicação teria “manchado a honra” da família

setembro 6, 2019 às 09:35 - Por: Redação OP9

Caso gerou revolta em todo o mundo. Foto: Facebook/Reprodução

Caso gerou revolta em todo o mundo. Foto: Facebook/Reprodução

Uma maquiadora palestina de 21 anos foi assassinada pelo próprio irmão na cidade de Belém, na Cisjordânia. Israa Ghrayeb foi morta a mando do pai porque ela postou um vídeo na internet ao lado de um rapaz que com quem namoraria. Para o pai e o irmão, a publicação teria “manchado a honra” da família, já que aconteceu antes do casamento. O crime aconteceu no dia 29 de agosto.

De acordo com a imprensa local, Ihab espancou e torturou a irmã na casa da família. Em uma tentativa de fugir dos ataques, Israa caiu do segundo andar e feriu a coluna. Levada para o hospital, ela usou o Instagram para avisar que não poderia trabalhar nos próximos meses porque realizaria uma cirurgia. “Que Deus julgue aqueles que me oprimiram e me feriram”, escreveu ela.

A postagem enfureceu o irmão, que invadiu o hospital e a atacou dentro da unidade. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram a maquiadora gritando e pedindo pela própria vida. Ela teria morrido em casa, após o ataque. A família, porém, afirma que ela sofreu um ataque cardíaco.

Caso gerou revolta mundial

O crime ganhou grande repercussão nas redes sociais. Revoltados, os internautas fizeram postagens a respeito com a hashtag #WeAreAllIsraa, cobrando punição para os autores do homicídio. Na Cisjordânia, as ruas foram tomadas por protestos. Na Praça da Manjedoura, em Belém centenas de mulheres pediram justiça contra esse tipo de crime.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: