O portal do Sistema Opinião

POP9

História

in

Primeira rodada da Copa do Mundo Feminina é marcada por recordes

Primeira rodada da competição terminou nesta terça-feira (11), com a sonora goleada dos Estados Unidos sobre a Tailândia, por 13 a 0

junho 12, 2019 às 12:09 - Por:

A primeira rodada da Copa do Mundo Feminina terminou nesta terça-feira (11), com a sonora goleada dos Estados Unidos sobre a Tailândia, por 13 a 0. O placar se tornou a maior diferença de gols em todos os mundiais. Mas esse não foi o único recorde quebrado nos gramados franceses. Jogadoras como Formiga também escreveram (ainda mais) o nome na história das Copas. O Portal OP9 preparou um balanço sobre as marcas alcançadas na primeira rodada. Confira:

A maior goleada
O placar se tornou a maior goleada das Copas do Mundo, superando a vitória da Alemanha por 11 a 0 sobre a Argentina, em 2007. Foto: Instagram/Reprodução

O placar se tornou a maior goleada das Copas do Mundo, superando a vitória da Alemanha por 11 a 0 sobre a Argentina, em 2007. Foto: Instagram/Reprodução

Estados Unidos 13 x 0 Tailândia. O placar se tornou a maior goleada das Copas do Mundo, superando a vitória da Alemanha por 11 a 0 sobre a Argentina, em 2007. A diferença é maior inclusive do que a registrada no masculino, com o 10 a 1 da Hungria em cima de El Salvador em 1982.

A maior artilheira
Com cinco gols contra as tailandesas, a atacante norte-americana se igualou à compatriota Michelle Akers como a jogadora que mais marcou em um único jogo. Foto: Instagram/Reprodução

Com cinco gols contra as tailandesas, a atacante norte-americana se igualou à compatriota Michelle Akers como a jogadora que mais marcou em um único jogo. Foto: Instagram/Reprodução

Alex Morgan. Com cinco gols contra as tailandesas, a atacante norte-americana se igualou à compatriota Michelle Akers como a jogadora que mais marcou em um único jogo. Em 1991, Akers também fez cinco na goleada por 7 a 0 em cima de Taiwan.

A mais velha
Formiga se tornou a jogadora mais velha a entrar em campo na Copa do Mundo Feminina. Foto: CBF/Divulgação

Formiga se tornou a jogadora mais velha a entrar em campo na Copa do Mundo Feminina. Foto: CBF/Divulgação

Formiga. Aos 41 anos, a brasileira se tornou a jogadora mais velha a entrar em campo na Copa do Mundo Feminina.

A que mais participou de Copas

Formiga. A jogadora quebrou dois recordes ao atuar contra a Jamaica. Além ser a mais velha a jogar, também se tornou a atleta com maior número de participações em Copas do Mundo. São sete mundiais (em oito Copas na história).

O maior número de jogadoras a marcar gols
Sete jogadoras norte-americanas marcaram na goleada contra a Tailândia. Foto: Instagram/Reprodução

Sete jogadoras norte-americanas marcaram na goleada contra a Tailândia. Foto: Instagram/Reprodução

Nos 13 a 0 dos Estados Unidos em cima da Tailândia, outro recorde foi quebrado. As norte-americanas se tornaram a seleção que teve mais jogadoras diferentes a fazer gols em uma mesma partida. Foram sete: Alex Morgan, Rose Lavelle, Sam Mewis, Lindsey Horan, Mallory Pugh ,Megan Rapinoe e Carli Lloyd.

O primeiro ponto
As argentinas conquistaram o primeiro ponto em Copas do Mundo Femininas. Foto: Instagram/Reprodução

As argentinas conquistaram o primeiro ponto em Copas do Mundo Femininas. Foto: Instagram/Reprodução

Argentina. Com o empate em 0 a 0 com o Japão, as argentinas conquistaram o primeiro ponto em Copas do Mundo Femininas da história do país.

A maior derrotada
As nigerianas perderam 17 jogos na história das Copas do Mundo. Foto: Instagram/Reprodução

As nigerianas perderam 17 jogos na história das Copas do Mundo. Foto: Instagram/Reprodução

Nigéria. A seleção africana perdeu 17 jogos em Copas do Mundo. A sequência negativa foi ampliada com a derrota por 3 a 0 para a Noruega. Entretanto, a série foi quebrada nesta quarta-feira (12), com a vitória sobre a Coreia do Sul por 2 a 0.

Henrique Souza

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: