O portal do Sistema Opinião

POP9

Rainha

br

Contra intolerância, Ivete Sangalo incentiva beijos e abraços em show

Não vai haver nunca uma sociedade sadia, onde o direito de amar for para alguns e não para todos”, afirmou a cantora, durante show em Lisboa

setembro 10, 2019 às 13:51 - Por: Agência Estado

Ivete Sangalo durante o show no Rock in Rio Lisboa (Divulgação)

Ivete Sangalo durante o show no Rock in Rio Lisboa (Divulgação)

Ivete Sangalo interrompeu parte do show que fez no Rock In Rio Lisboa para falar sobre intolerância e amor para uma multidão de fãs que se aglomeraram para ver a cantora de perto. Em um dos momentos da apresentação realizada no domingo, 8, Ivete incentivou os fãs a se beijarem e se abraçarem à vontade. “Porque a vida passa e a gente fica se importando com o que o outro está achando quando, na verdade, o outro que condena, que é intolerante, ele começa intolerante consigo, ele não compreende o que está dentro dele”, declarou.

No mesmo fim de semana, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou a retirada da Bienal Internacional do Livro de todas as edições do HQ da Marvel em que dois rapazes aparecem trocando beijos. O youtuber Felipe Neto chegou a comprar milhares de exemplares da publicação e de outras com conteúdo LGBT para serem distribuídos gratuitamente na Bienal.

Leia também:
Tentativa de censura promoveu literatura LGBT na Bienal do Rio
Felipe Neto distribuirá 14 mil livros com tema LGBT na Bienal do Rio
Fiscais são vaiados ao buscarem HQ com beijo gay na Bienal do Rio
Crivella volta às redes sociais para justificar pedido de recolhimento

“São diferentes formas de amar e todas elas são importantes na construção das nossas vidas, da nossa sociedade sadia. Não vai haver nunca uma sociedade sadia, onde o direito de amar for para alguns e não para todos”, afirmou Ivete Sangalo.

A artista também lembrou que faz questão de cantar Além do Horizonte para garantir que “sempre há um lugar bonito para viver em paz”. “E esse nosso horizonte está cada vez mais difícil… A gente ter a liberdade de poder amar. Quando queremos amar, tem sempre alguém que quer dizer para nós que não é possível amar do jeito que a gente quer amar”, disse.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: