O portal do Sistema Opinião

POP9

Revelações

br

Bruna Surfistinha conta que mãe foi estuprada e tentou abortá-la

“Passei uma vida julgando a minha mãe por ter me abandonado até eu descobrir que ela foi estuprada”, afirmou a ex-garota de programa, que foi adotada por um casal

novembro 7, 2019 às 15:05 - Por: Redação OP9

Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha. Foto: Divulgação

Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha. Foto: Divulgação

Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha, fez fortes revelações sobre a vida pessoal em entrevista à Marie Claire. A ex-garota de programa contou que é fruto de um estupro sofrido pela mãe biológica, que ela nunca conheceu. Hoje com 35 anos, Raquel contou que a mãe tentou abortá-la e a deixou para adoção assim que ela nasceu.

“Minha mãe tentou aborto, não conseguiu e quase morreu. Depois seguiu adiante com a gestação e eu nasci. Mas ela já estava consciente que no hospital iria me deixar para adoção. E foi o que aconteceu. Minha família biológica a conhecia. Meus pais adotivos nunca falaram que minha mãe sofreu abuso, só que ela foi muito maltratada pelo meu pai”, afirmou ela.

Raquel também falou que após não ter interesse em encontrar a família biológica, hoje sente vontade de conhecê-los, apesar de não saber qual o paradeiro deles ou se a mãe ainda está viva.  “Nunca fui atrás dela, mas tenho muita vontade de saber da onde eu vim. Meus pais (adotivos) sempre deixaram claro que eu poderia conhecer minha mãe, mas eu nunca quis, passei uma vida julgando a minha mãe por ter me abandonado até eu descobrir que ela foi estuprada. Não sei como ela está, se está viva, se tenho irmãos”, diz.

A ex-garota de programa também tem uma relação conturbada com a família adotiva, que cortou laços afetivos com ela após descobrir que ela foi prostituta. Mesmo após Raquel abandonar a profissão, em 2005 eles não retomaram contato. “Meu pai faleceu em 2012. E minha mãe não me considera mais como a filha, já é uma questão bem resolvida para ela. Tenho três irmãs por parte dos meus pais adotivos que também nunca mais falei”, declarou.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: