O portal do Sistema Opinião

POP9

Embate

br

“São intragáveis”, diz Bolsonaro sobre governadores nordestinos

Presidente afirmou que governantes da região “tentam o tempo todo, através da desinformação, manipular os eleitores”

julho 20, 2019 às 18:34 - Por: Redação OP9

Presidente chora durante a Celebração Internacional 2019 “Conquistando pelos Olhos da Fé". Foto: Foto: Marcos Corrêa/PR

Presidente chora durante a Celebração Internacional 2019 “Conquistando pelos Olhos da Fé”. Foto: Foto: Marcos Corrêa/PR

Um dia depois de ser flagrado por microfones ligados afirmando que não era para dar nada a um governador da “Paraíba”, termo que usou como sinônimo de Nordeste, Jair Bolsonaro voltou neste sábado (20) a fazer críticas aos governantes da região, principalmente os do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e do agora estado da Paraíba, João Azevêdo (PSB).

Leia também:
“Distorcem minhas palavras”, diz Bolsonaro após polêmicas
#OrgulhoNordeste reage com humor e crítica à fala vazada de Bolsonaro
Áudio vazado de Bolsonaro abre nova crise com governadores do NE
Autor da música Nordeste Independente defende separação
O que o Nordeste pode esperar do governo Bolsonaro?
Bolsonaro, o presidente que terá o desafio de conquistar o Nordeste

Para o presidente, os dois são “intragáveis”. “Vivem esculhambando obras federais, que dizem que são deles, [mas] não são deles, são do povo”. A afirmação foi feita a jornalistas na frente do Palácio da Alvorada, depois que o presidente conversou com apoiadores. Pela manhã, em evento religioso, ele chorou em público.

Alvo de uma carta conjunta dos governadores nordestinos que exigiram tratamento justo, o presidente preferiu partir para o ataque. Disse que os mandatários nordestinos tentam, o tempo todo, através da desinformação, manipular os eleitores da região.

“Eles são unidos, eles têm uma ideologia, perderam as eleições e tentam o tempo todo, através da desinformação, manipular eleitores nordestinos”.

O presidente, como voltou a destacar horas depois em uma série de postagens no Twitter, disse que a mídia distorce o que fala e dá destaque a questões sem importância para ele. Ele não teria feito uma crítica à região, mas apenas aos governantes.

“Uma crítica aos governadores, nada mais além isso. Uma crítica em 3 segundos, hein? Em 3 segundos vocês da mídia fazem uma festa”, falou. Para ele, uma forma clara de mostrar que não ter preconceito com o Nordeste é o fato de ter se casado com uma cearense.

O Ceará foi o tema de uma postagem do ministro da Justiça, Sergio Moro, que também usou o Twitter neste sábado. Em seu “testemunho”, ele disse que a decisão de envio da Força Nacional para combater uma série de ataques ordenados de dentro de presídios “ilustra que o Nordeste tem sido tratado sem preconceito pelo governo federal”.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, também usou a rede social para destacar que ser considerado o pior gestor por Bolsonaro tratava-se de uma “honraria”. O vice-líder do seu partido na Câmara, deputado federal Márcio Jerry (MA), pretende pedir à Procuradoria-Geral da República que Bolsonaro seja investigado por crimes de ameaça, contra a honra e racismo.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: