O portal do Sistema Opinião

POP9

Tragédia

br

Grávida morre a caminho do próprio casamento e bebê luta pela vida

Jéssica Victor Guedes se sentiu mal quando seguia para a igreja e foi socorrida, mas faleceu por consequências de um AVC

setembro 18, 2019 às 08:16 - Por: Redação OP9

Ver essa foto no Instagram

DOIS MOMENTOS QUE NÃO COMPARTILHAMOS JUNTOS MEU AMOR. Importante que você estava feliz.

Uma publicação compartilhada por Bahia (@tenente_bahia87) em


O que devia ser um dos dias mais felizes da vida da enfermeira Jéssica Victor Guedes, de 30 anos, se transformou em uma tragédia familiar. Grávida de 29 semanas e de véu e grinalda, ela seguia para a igreja quando passou mal e foi levada às pressas para um hospital. Mas apesar do empenho dos médicos, Jéssica faleceu pouco depois em consequência de um acidente vascular cerebral (AVC). O caso ocorreu no domingo (15), em São Paulo.

Jéssica e o noivo decidiram se casar após ela descobrir a gestação. No dia do casamento, ela começou a sentir fortes dores no corpo já quando se preparava para o casamento. Inicialmente, a enfermeira achou que os sintomas se deviam à ansiedade por conta da cerimônia. Pouco depois, ela desmaiou e foi encontrada pelo noivo, Flávio Gonçalves. Ele, que já foi bombeiro, prestou os primeiros socorros a Jéssica.

Jéssica e o noivo decidiram se casar após ela descobrir a gestação. No dia do casamento, ela começou a sentir fortes dores no corpo já quando estava se dirigindo para a igreja. Foto: Instagram/Reprodução

Jéssica e o noivo decidiram se casar após ela descobrir a gestação. No dia do casamento, ela começou a sentir fortes dores no corpo já quando estava se dirigindo para a igreja. Foto: Instagram/Reprodução

Depois de dar entrada na unidade hospitalar, a enfermeira foi submetida a exames e precisou ser transferida para outro local por conta da complexidade do quadro. Em seguida, avaliações neurológicas revelaram que ela já estava sem atividade cerebral. Na tentativa de salvar a vida do bebê, a equipe do hospital optou por realizar uma cesárea de emergência. A filha do casal, que ganhou o nome de Sophia, nasceu com 29 semanas e pesando cerca de um quilo.

O caso viralizou nas redes sociais e milhares de internautas mandaram mensagens de apoio para Flávio. Por conta da prematuridade, Sophia terá que ficar internada em uma UTI neonatal por pelo menos dois meses. Por conta dos altos custos hospitalares, o pai fez uma vaquinha na internet para arrecadar R$ 100 mil. Três dias depois, o valor já chegou em R$ 178,5 mil.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: