O portal do Sistema Opinião

POP9

Política

pb

Ainda não foi dessa vez…

Segurança pública foi a pauta do encontro entre deputada progressista e governador

julho 4, 2018 às 16:18

Daniella Ribeiro e Ricardo Coutinho negam encontro político. Foto: Daniella Ribeiro

Antes tarde do que nunca! Saiu o encontro da deputada Daniella Ribeiro do PP com Ricardo Coutinho, do PSB. Mas não foi um encontro reservado. Participaram também o Secretário de Segurança, Cláudio Lima, e o comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Euller Chaves.

Discutiram segurança com o olhar voltado, especialmente, para a região central de Campina Grande em virtude do aumento de casos violência na região. O que ficou decidido? Que o efetivo policial na área vai ser reforçado e que a cidade vai ganhar novo Centro Integrado de Operações (CIOP), além de mais câmeras de monitoramento.

Bom lembrar que já há algum tempo, desde janeiro para ser mais exata, Daniella Ribeiro tentava uma audiência com o governador para ampliar o combate aos insistentes ataques da “gangue da marcha à ré”, em Campina.

Muitos acreditaram, apostaram até, que a pauta da reunião seria outra, mais política que qualquer outra coisa. Afinal, desde que foi rifado da escolha do nome do candidato das oposições pelo PV e PSDB, o PP saiu do bloco e foi para o rol dos independentes. De lá pra cá, tem ido de um extremo ao outro em conversas – que incluem também o MDB – que possam render um bom passe.

Há um movimento que tem levantando o nome da deputada para a disputa ao Senado e, na chapa de João Azevedo (PSB) há uma vaga aberta. Então, pelo que se vê, esse assunto ainda vai render. Até porque o apoio do PP não é coisa de se jogar fora. A legenda, só em janeiro, recebeu R$ 4.172.965,91 em duodécimo do Fundo Partidário. O PSB, R$ 4.070.222,95. Sozinho, isso já é uma baita moeda de troca.

Mas há uma pedra chamada PT no meio do caminho. A legenda de Jackson Macêdo também quer vaga e tem mais dinheiro na conta. Foi a legenda que mais recebeu dinheiro do fundo partidário em janeiro: R$ 8.426.611,88. É tudo o que PP e PSB receberam juntos.

Em maio, os números mais modestos, ainda assim o Partido dos Trabalhadores foi a legenda que mais recebeu dinheiro do Fundo Partidário: R$ 5.049.442,40. Em seguida, vieram PSDB com R$ 4.266.334,26 e o MDB, com R$ 4.142.215,09. O PP ficou com uma parte menor do bolo: R$ 2.500.548,41.

Mas Daniella Ribeiro tem chance e não é pequena. Ricardo Coutinho destacou o perfil da progressista para o Senado e não descarta uma aliança mesmo que a deputada seja de um partido ideologicamente contrário ao PSB. E com relação a isso, Ricardo já avisou – justificando uma possível aliança: “não faço patrulha ideológica de ninguém”.

Rejane Negreiros

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: