O portal do Sistema Opinião

POP9

Eleições

pb

A rebelião de Rama Dantas

Candidata do PSTU ao governo da Paraíba defende a tomada do poder pelo povo

agosto 20, 2018 às 22:55 - Por:

Ramas Dantas (PSTU) abre rodada de entrevistas na BandNews e TV Manaíra

Romper com o sistema e mudar a ordem estabelecida. Eis o resumo da proposta de Rama Dantas para governar a Paraíba. A candidata do PSTU tem uma visão bem peculiar. Para ela, governo bom é governo do povo.

Entre seu projetos, se eleita, está a criação de conselhos populares multitarefas. Devem atuar tanto no combate à corrupção, identificando falhas nas gestões a fim de corrigi-las, quanto na Assembleia Legislativa exercendo pressão sobre os deputados para que eles aprovem as pautas de interesse do governo.

Rama não faz questão de formar uma base aliada ou de manter a governabilidade por meio do diálogo. Para a candadita, não há acordo com o Legislativo e partidos contrários ao PSTU.

Quando o assunto é investimento, geração de empregos e equilíbrio fiscal, a proposta da candidata que ensina ciências em escola da rede pública de João Pessoa é romper com a dívida pública. Acabar com isenções fiscais e fazer com que cada trabalhador se torne detentor de seu meio de produção. É uma rebelião – nas palabras de Rama Dantas.

Na educação, uma gestão democrática onde, mais uma vez, a figura do conselho popular aparece com o papel de gerir os recursos e evitar possíveis fraudes. Na segurança, desmilitarizar a polícia é a bandeira da candidata do PSTU.

Do ponto de vista prático, boa parte das propostas apresentadas por Rama Dantas não se sustenta por razões cristalinas: o discurso radical que adota não bate com um sistema e um eleitor cada vez mais conservador. 

A falta de apoios políticos é outro problema. Aliás, além de capital político falta à Rama e ao PSTU capital financeiro para bancar uma eleição estadual. É uma campanha sem fôlego, de resistência. Importante no processo democrático mas com pouca elasticidade para uma boa briga.

Rejane Negreiros

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: