O portal do Sistema Opinião

POP9

Regional

ne

Só Alagoas e RN ainda não sancionaram o Consórcio do Nordeste

Governo da Bahia entende que o equipamento já está valendo porque teve lei sancionada na maioria dos estados nordestinos e planeja evento para marcar a criação oficial

junho 24, 2019 às 17:40 - Por: Everton Dantas

Consórcio do Nordeste foi lançado em março pelos nove governadores da região. Foto: Agência Brasil

Consórcio do Nordeste foi lançado em março pelos nove governadores da região. Foto: Agência Brasil

Apenas o Rio Grande do Norte e Alagoas ainda não sancionaram as leis prevendo a participação no Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, o Consórcio Nordeste. A iniciativa prevê cooperação entre os nove governos nordestinos com o objetivo de promover desenvolvimento regional, barateando os custos disso.

A ideia foi anunciada há três meses em reunião na qual ficou definido que a Bahia teria a primeira presidência. Por lá, o entendimento é que o Consórcio já é uma realidade. Há inclusive a previsão de que nas próximas semanas haverá evento oficializando o equipamento. As informações são do jornal Diário do Nordeste.

Leia também:
Consórcio do Nordeste é criado em reunião de governadores no MA
Estados do NE pretendem unificar compras e integrar profissionais

De acordo com a assessoria de imprensa do governo baiano, será promovido um evento para marcar a criação do consórcio. Essa cerimônia deverá contar com a participação de todos os nove governadores, mesmo que Alagoas e RN ainda não tenham conseguido finalizar os processos.

O entendimento é que a publicação é uma questão de tempo. O projeto do Consórcio do Nordeste no Rio Grande do Norte foi encaminhado à Assembleia legislativa dia 3 de maio. E desde então tramita naquela Casa legislativa.

O lançamento do Consórcio foi feito no Maranhão, em março deste ano, durante reunião do Fórum dos Governadores do Nordeste. Na ocasião também ficou acertado que o primeiro presidente seria exercida pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). Cada mandato terá duração de um ano e será rotativo.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: