O portal do Sistema Opinião

POP9

Risco

rn

Senador cobra presidente da Petrobras sobre desinvestimentos no RN

Jean-Paul Prates entregou ofício a Roberto Castelo Branco no qual questiona à empresa quais os reais planos de investimento e custeio para os próximos anos no Rio Grande do Norte

outubro 8, 2019 às 17:31 - Por: Everton Dantas

Senador Jean-Paul Prates quer saber em que se baseia desinvestimento da Petrobras no RN. Foto: Ricardo Borges/Divulgação

Senador Jean-Paul Prates quer saber em que se baseia desinvestimentos da Petrobras no RN. Foto: Ricardo Borges/Divulgação

Quais são os reais planos da Petrobras no Rio Grande do Norte? E quais os planos de investimento e de custeio para o estado nos próximos quatro anos? Essa são duas das perguntas feitas por meio de ofício entregue nesta terça-feira (8) ao presidente da empresa, Roberto Castelo Branco.

O autor dos questionamentos é o senador Jean-Paul Partes, que aproveitou a presença do presidente da Petrobras em audiência na Câmara dos Deputados e apresentou o documento. No ofício ele também cobra onde a Petrobras pretende seguir em atuação.

Leia também:
Governo pede nova audiência para manter permanência da Petrobras
Saída da Petrobras do RN é inaceitável, alerta Federação das Indústrias

Jean-Paul Prates também questionou a Roberto Castelo Branco “quais são os estudos econômicos, critérios de avaliação econômico-financeiros, estudos de avaliação de riscos, que subsidiam o projeto de desinvestimento da Petrobras no Rio Grande do Norte.”

A preocupação do senador não é isolada. Todo o Nordeste está preocupado com a saída da empresa da região. Tanto que em recente reunião do Consórcio Nordeste, formado pelos nove governadores da região, o assunto foi o primeiro ponto de pauta.

Na semana seguinte surgiu a informação que o escritório da Petrobras no Rio Grande do Norte seria desativado. Além disso, nos últimos meses, tem sido constante os anúncios de campos maduros no estado.

“Processos de desinvestimento precisam ser acompanhados com atenção”

Na opinião de Jean-Paul Prates o assunto merece atenção redobrada. “Processos de desinvestimento precisam ser acompanhados com atenção, visando a correta proteção não só do patrimônio nacional, mas do equilíbrio econômico fragilizado em tempos de crise”.

O senador citou ainda informações divulgadas sobre o fechamento de 6,9 mil empregos de funcionários efetivos e terceirizados e a relocação de mão-de-obra para outros estados, sobretudo Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Jean-Paul Prates também apresentou a nota da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern) que alerta para a “urgente e grave atenção” ao problema. O senador cobrou ainda ao presidente da Petrobras atenção a ofício da governadora Fátima Bezerra (PT), que solicita uma reunião para tratar sobre o mesmo tema.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: