O portal do Sistema Opinião

POP9

Negociação

rn

Salários no RN: governo decide manter calendário de pagamento

Decisão foi tomada após Fórum dos Servidores comunicar oficialmente que rejeita as datas propostas para pagamento dos salários de julho, agosto e setembro

julho 3, 2019 às 17:08 - Por: Everton Dantas

Servidores anunciaram rejeição ao calendário de pagamento, mas não apresentaram contraproposta. Foto: marcos Santos/USP Imagens

Servidores anunciaram rejeição ao calendário de pagamento, mas não apresentaram contraproposta. Foto: marcos Santos/USP Imagens

O governo do Rio Grande do Norte vai manter o calendário de pagamento dos meses de julho, agosto e setembro, mesmo após o anúncio da rejeição das datas pelo Fórum dos Servidores. A informação foi dada pelo Gabinete Civil e se apega a dois argumentos.

O primeiro é que no ofício encaminhado ao governo oficializando a rejeição da proposta, apenas seis das 13 entidades que compõem o Fórum assinaram o documento. O segundo motivo é que após anunciar a rejeição nenhum sindicalista apresentou qualquer contraproposta acerca dos salários.

Leia também:
Datas para pagamento de julho, agosto e setembro são rejeitadas

No ofício, além de rejeitar as datas, é reivindicado o reajuste salarial de 16,5%, mesmo índice dado a procuradores estaduais. A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Direta (Sinsp), Janeary Souto foi procurada pelo blog para falar se havia alguma contraproposta, mas não respondeu às mensagens.

O ofício enviado ao governo pelo Fórum possui 13 sindicatos listados. E apenas sies assinaturas, referentes aos sindicatos da Administração Direta (Sinsp), da Saúde (Sindsaúde), da Administração Indireta (Sinai), dos Servidores da Secretaria de Tributação (Sintern), dos Economistas (Sindecon), e dos Trabalhadores em Educação (Sinte).

O calendário em questão prevê e que os pagamentos serão feitos dias 15 e 30 de julho; 15 e 30 de agosto e 16 e 30 de setembro. Nas primeiras datas receberão o salário integral quem ganha até R$ 3 mil bruto e os servidores da Segurança Pública.

Nesses mesmos dias também receberão 30% do salário quem ganha acima de R$ 3 mil. Nas segundas datas de cada mês será pago o restante do salário de quem recebe acima de R$ 3 mil e os 100% dos servidores dos órgãos que têm arrecadação própria como o Idema) e da Educação.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: