O portal do Sistema Opinião

POP9

Tramitação

rn

Reajustes salariais em tramitação na ALRN ficam para o 2º semestre

De acordo com o deputado Sandro Pimentel (PSOL), em reunião, os deputados decidiram que todos os reajustes tramitando na casa ficariam para o próximo semestre

julho 15, 2019 às 16:20 - Por: Everton Dantas

De acordo com Sandro Pimentel, reajustes salariais em tramitação na ALRN não têm data para ir a votação. Foto: ALRN

De acordo com Sandro Pimentel, reajustes salariais em tramitação na ALRN não têm data para ir a votação. Foto: ALRN

O projeto que prevê reajuste salarial de 16,5% para procuradores da Procuradoria Geral do Estado (PGE) só deverá ser apreciado no segundo semestre pelos deputados estaduais. Esse é um dos projetos mais criticado pelos sindicatos, que pedem reajuste com percentual similar em meio às críticas com relação a salários atrasados.

A informação sobre o reajuste foi dada pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL), em entrevista concedida sexta-feira (12), no Jornal do Dia, noticiário da TV Ponta Negra, emissora do Sistema Opinião. O parlamentar informou que isso foi decidido em reunião. E que esse adiamento inclui todos os projetos de reajustes salariais semelhantes.

Leia também:
O curioso caso do deputado que teria votado contra a própria opinião
Sem sobras orçamentárias, LDO 2020 é aprovada na ALRN e vai a sanção
Governo envia projeto de reajuste salarial para procuradores do RN
Principal envolvida em desvios na ALRN deve receber aumento salarial
Deputados do RN vão receber 13º salário e terço de férias retroativos
Veja como foi votação que aprovou o 13º salário para deputados do RN

“Isso foi uma coisa que discutimos entre nós e decidimos que esses eventuais reajustes todos eles ficam para o segundo semestre. Então não sabemos nem quando vai acontecer: se será em agosto, em setembro, em outubro, enfim”, disse.

O projeto de reajuste para procuradores do estado foi encaminhado à Assembleia dia 25 de abril deste ano. A proposta não informa qual será o impacto financeiro mensal ou anual desse reajuste. Mas detalha que o procurador de 1ª classe passará a ganhar R$ 35.462,22; o de 2ª classe R$ 33.689,11; e o de 3ª classe R$ 32.004,66.

Além deste reajuste há outros que estão tramitando na Assembleia legislativa. Um deles prevê reajuste para os procuradores da Casa, e deve beneficiar – entre outras pessoas – a procuradora aposentada Rita das Mercês Reinaldo, principal envolvida no escândalo conhecido como “Dama de Espadas”.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: