O portal do Sistema Opinião

POP9

Nacional

br

Programa de combate a crimes violentos será lançado dia 28

Informação foi dada pelo secretário nacional de Segurança Pública, Guilherme Theophilo, que também anunciou para outubro visita do ministro da Justiça, Sérgio Moro, ao RN

agosto 9, 2019 às 18:15 - Por: Everton Dantas

Na possível visita ao RN, em outubro, Sérgio Moro poderá participar de inauguração de delegacia de combate à corrupção.; Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ideia é que Sérgio Moro participe de inauguração da delegacia de combate à corrupção.; Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O novo Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta, do Ministério da Justiça, será lançado dia 28 de agosto. A informação foi dada pelo secretário nacional de Segurança Pública, Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira.

Ele está no Rio Grande do Norte promovendo uma visita técnica. O secretário também informou que o ministro da Justiça, Sérgio Moro, deve vir ao RN em outubro para participar de um curso de fortalecimento da Polícia Civil.

Leia também:
Paulista é beneficiado por ministério de Moro e prepara terreno para 2020
Cidade pernambucana integra projeto de Moro contra a violência

Faz parte da ideia da delegada-geral da Polícia Civil do RN, Ana Cláudia Saraiva Gomes, que o ministro também participe da inauguração de uma delegacia especializada em combate à corrupção em outubro. A ideia era que o ministro participasse desse evento.

Ainda não há confirmação oficial, segundo informações da Degepol. As informações sobre a vinda do ministro e a data de lançamento do novo programa de segurança foram dadas em entrevista á jornalista Geórgia Nery, no Jornal do Dia.

Assista a íntegra da entrevista abaixo:

O projeto-piloto do Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta será implementado em uma cidade de cada região do Brasil. São elas: Ananindeua (PA), Goiânia (GO), Paulista (PE), Cariacica (ES) e São José dos Pinhais (PR).

De acordo com o ministro Sérgio Moro “o critério principal adotado foram os altos índices de crimes violentos, no caso, assassinatos nesses municípios”. De acordo com ele, se for bem sucedida, a ação será expandida.

O programa foi anunciado em abril. Ananindeua apresentou, em 2017, taxa de homicídio de 68,20 mortes por 100 mil habitantes. Em Goiânia, no mesmo ano, o índice foi de 33,62. Em Paulista, 47,40 homicídios por 100 mil pessoas; em São José dos Pinhais, 40,18; e em Cariacica, 42,35.

O general Guilherme Theophilo explicou que esse programa não vai atuar somente na área de segurança. Segundo ele a ação envolve oito ministérios, que vão investigar o porquê dessas cidades têm índices tão agudos de violência.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: