O portal do Sistema Opinião

POP9

Aposta

rn

Leilão de royalties para RN obter recursos extras será nesta sexta

Governo espera obter entre R$ 315 milhões e R$ 400 milhões com venda antecipada de recursos, dinheiro que será usado para quitar atrasados de servidores inativos

Abril 25, 2019 às 20:00 - Por: Everton Dantas

Recursos dos royalties são compensação financeira que a Petrobras paga pela exploração de petróleo e gás no RN. Foto: Agência Petrobras

Recursos dos royalties são compensação financeira que a Petrobras paga pela exploração de petróleo e gás no RN. Foto: Agência Petrobras

A licitação para venda dos recursos devidos ao Rio Grande do Norte a título de royalties pela exploração de petróleo e gás acontece nesta sexta-feira (26). Essa operação é a principal aposta do governo do estado para conseguir recursos extras e pagar parte dos salários atrasados.

Até o momento nenhuma proposta foi apresentada. Mas isso é considerado normal. Em geral nesses processos as instituições interessadas deixam para apresentar as propostas em cima da hora, na tentativa de obter o melhor lance.

Leia também:
Edital para antecipar dinheiro de royalties no RN sai nesta sexta
Governo do RN quer até R$ 400 milhões com antecipação de royalties
Aprovado projeto para pagar salários de inativos e aposentados

O horário limite para receber propostas é 9h da sexta-feira. A partir daí as propostas serão abertas. Vencerá quem fizer a maior oferta. A expectativa do governo do Rio Grande do Norte é obter um mínimo de R$ R$ 315 milhões, podendo chegar até a R$ 400 milhões.

Caso ninguém faça proposta, o governo insistirá em negociar o dinheiro dos royalties. De acordo com o secretário de Planejamento do RN, Aldemir Freire, em caso de licitação deserta, o edital deverá ser mudado para que o objetivo de conseguir os extras seja alcançado.

O dinheiro dos royalties é um valor que a Petrobras paga aos estados como compensação pela exploração de petróleo e gás. O que vai ser vendido (antecipado) pelo governo do RN é tudo o que poderia ser pago no período de 1 de maio de 2019 a 31 de dezembro de 2022.

O dinheiro obtido com essa operação será usado para pagar parte do déficit devido aos aposentados. Desta forma, vai ter uma folga para usar recursos do tesouro que eram destinados aos inativos para quitar parte dos salários atrasados devidos aos ativos.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: