O portal do Sistema Opinião

POP9

Pacto

rn

Governadora do PT toma café com Bolsonaro nesta quarta-feira (8)

Fátima Bezerra participa de reunião em Brasília que terá a participação dos outros 26 governadores e do presidente do Senado, com o objetivo de discutir o pacto federativo

Maio 7, 2019 às 16:08 - Por: Everton Dantas, com informações da Agência Senado

Este será o primeiro encontro oficial entre governadora do PT e presidente do PSL após a eleição. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Este será o primeiro encontro oficial entre governadora do PT e presidente do PSL após a eleição. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A governadora Fátima Bezerra (PT-RN) amanhece a quarta-feira (8) em Brasília para tomar café da manhã com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL). E também com os outros 26 governadores e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Essa será a primeira vez que a petista encontra o presidente oficialmente após a eleição. Em pauta, o pacto federativo.

O encontro será às 7h30, na residência oficial da Presidência do Senado; e deve contar também com a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Há a possibilidade de que líderes partidários participem da reunião. às 10h, está marcada outra reunião, desta vez entre os governadores e os presidente do Senado e da Câmara para debater a reforma da previdência; também na residência da Presidência do Senado.

Leia também:
Ajuda federal a estados como o RN será de R$ 40 bilhões em 4 anos
Fátima Bezerra cobra a Paulo Guedes programa emergencial para estados
Em carta, governadores do NE pregam diálogo com Bolsonaro

“O Senado assumiu o compromisso de renovar o pacto federativo. Há muito tempo, os governadores reivindicam mudanças no relacionamento com a União. Não podemos deixar passar este momento, em que o governo do presidente Bolsonaro e sua equipe econômica reconhecem o protagonismo do Senado para propor as medidas que vão permitir aos estados equilibrarem as contas, gerarem emprego e melhorarem o dia a dia do cidadão”, disse Davi Alcolumbre.

A decisão de o Senado liderar as alterações no pacto federativo foi anunciada no dia 17 de abril, quando Davi recebeu o ministro da Economia, Paulo Guedes, na residência oficial. Os dois concordaram que o trato político, social e econômico entre o Executivo federal e os entes federados precisa ser aperfeiçoado para garantir a descentralização do dinheiro recolhido com os impostos e permitir que os parlamentares comandem a nova distribuição dos recursos.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: