O portal do Sistema Opinião

POP9

Racha

rn

Garibaldi e Walter Alves deixam MDB se Henrique voltar a presidir partido

Declaração foi feita pelo deputado federal, filho do ex-senador, no Twitter, informando ainda que já comunicou essa decisão ao MDB nacional

Abril 10, 2019 às 13:25 - Por: Everton Dantas

Walter Alves respondeu a pergunta feita por prefeito do PMDB. Foto: Twitter

Walter Alves respondeu a pergunta feita por prefeito do PMDB. Foto: Twitter

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) afirmou nesta quarta-feira que ele e seu pai, o ex-senador Garibaldi Alves Filho (MDB) deixarão o partido caso o ex-deputado federal Henrique Alves volte a presidir a legenda no Rio Grande do Norte.

A declaração foi feita no Twitter, em resposta ao prefeito da cidade de Coronel Ezequiel, Claudio Marques de Macedo, conhecido politicamente como “Boba”. “Deputado, estou preocupado, os boatos aqui na região que Henrique voltará ao comando do MDB, procede?”, perguntou o prefeito.

“A informação não procede, prefeito. Inclusive, comunicamos à direção do MDB nacional, que, caso o senhor Henrique Alves, com quem não tenho relação pessoal e política há anos, venha assumir a legenda, Garibaldi e eu deixaremos o partido”, respondeu Walter Alves.

Leia também:
Henrique Alves e Eduardo Cunha tentam levar processo para Justiça Eleitoral
JFRN retoma processo que envolve Henrique Alves e Eduardo Cunha

Segundo Walter Alves, Garibaldi Filho também deixa o partido caso Henrique Alves seja novamente presidente da legenda no RN. Foto: Everton Dantas/OP9

Um dos motivos do racha seria o fato de Henrique ter pedido votos em 2018 para Benes Leocádio.Foto: Everton Dantas/OP9

Atualmente, Garibaldi Alves Filho preside o partido, tendo Walter Alves como vice. A insatisfação com Henrique Eduardo Alves já vem de algum tempo. Tudo teria começado nas eleições do ano passado, quando o ex-deputado federal ao invés de pedir votos para o filho de Garibaldi apoiou Benes Leocádio, que nem do PMDB é mais.

O ex-prefeito de Lajes hoje no PRB, inclusive foi o deputado federal mais votado. Além disso, a avaliação interna é que a volta de Henrique para presidir a legenda no Rio Grande do Norte traga ainda mais problemas à legenda. Tudo por conta do desgaste sofrido pelo ex-deputado garças aos seus problemas com a Justiça.

Por fim, alguns prefeitos que estão sendo convidados para ingressar na legenda se recusam a dividir palanque com o ex-ministro do Turismo, também por conta do desgaste da sua imagem.

Segundo informações obtidas pelo Opinião e Poder RN, Garibaldi Filho concorda com a declaração de Walter Alves. Ele está em São Paulo, internado por conta de uma cirurgia e deve receber alta nesta quarta-feira. Garibaldi Alves é primo de Henrique Alves. E os dois são parceiros políticos históricos no Rio Grande do Norte. Em 2018, Garibaldi não conseguiu se reeleger senador pelo RN e Walter Alves foi o sétimo dos oito deputados federais eleitos.

*Matéria atualizada às 15h05 para correção da sigla do partido.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: