O portal do Sistema Opinião

POP9

Polêmica

rn

Fátima Bezerra: “O povo do RN e do Nordeste merece respeito”

Governadora do RN critica declarações do presidente sobre o Nordeste, que ele não tinha o direito de se referir assim à região e que suas atitude lembra “os tempos do coronelismo”

julho 22, 2019 às 18:14 - Por: Everton Dantas

Criticas de Fátima Bezerra a Bolsonaro foram feitas em entrevistas a Georgia Nery. Foto: Elisa Elsie/AssecomRN

Criticas de Fátima Bezerra a Bolsonaro foram feitas em entrevistas a Georgia Nery. Foto: Elisa Elsie/AssecomRN

“O povo do RN e do Nordeste e exige e merece respeito”. A declaração é da governadora do estado, Fátima Bezerra (PT), acerca das declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sobre a região. As declarações foram repudiadas pelos governadores do Nordeste.

Em café da manhã promovido sexta-feira (19), sem saber que sua voz estava sendo captada, ele declarou a seguinte frase: “Daqueles governadores de ‘paraíba’ o pior é o do Maranhão”. Bolsonaro se referia a Flávio Dino (PC do B).

Leia também:
“Nordeste é Brasil, é minha terra”, diz Bolsonaro sobre ida à Bahia
No Twitter, presidente nega uso de “Paraíba” como ofensa
“São intragáveis”, diz Bolsonaro sobre governadores nordestinos
“Distorcem minhas palavras”, diz Bolsonaro após polêmicas
#OrgulhoNordeste reage com humor e crítica à fala vazada de Bolsonaro

De acordo com Fátima Bezerra, “o presidente não tinha o direito jamais de se referir à região Nordeste daquela maneira”. “Remonta os tempos do coronelismo”, afirmou. As afirmações de Fátima Bezerra foram feitas durante entrevista à jornalista Georgia Nery, que retornou ao comando do Jornal do Dia nesta segunda-feira (22).

Além de falar sobre a polêmica envolvendo o Nordeste e Bolsonaro, a governadora – primeira entrevistada dessa nova fase do JD – informou sobre a antecipação do calendário do concurso da PM e sobre os salários atrasados.

Ela confirmou também que o Rio Grande do Norte terá uma reforma da previdência. Segundo ela, falta apenas uma definição federal para resolver se as mudanças serão feitas pelo Congresso ou o governo estadual terá de encaminhar projeto à Assembleia Legislativa.

Assista abaixo a íntegra da entrevista com a governadora Fátima Bezerra:

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: