O portal do Sistema Opinião

POP9

Documento

br

Carteira de trabalho digital deve ser lançada em setembro no Brasil

Informação foi dada pelo secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, que esteve em Natal para participar de seminário sobre a Previdência Social

julho 22, 2019 às 15:52 - Por: Everton Dantas

Secretário de Trabalho,Bruno Dalcolmo, destacou as vantagens da carteira de trabalho digital. Foto: Marcelo Camargo/ABr

Secretário de Trabalho,Bruno Dalcolmo, destacou as vantagens da carteira de trabalho digital. Foto: Marcelo Camargo/ABr

A carteira de trabalho digital no Brasil será lançada em setembro deste ano. O novo documento terá todos os dados dos trabalhistas e acabará de vez com o risco de que um trabalhador perca todo seu histórico de emprego em caso de acidente, como ocorre com a carteira de papel.

A informação sobre a data da nova carteira de trabalho brasileira foi dada na manhã desta segunda-feira (22), durante o seminário “Por que o Brasil precisa da Nova Previdência”, pelo secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo.

Leia também:
Anúncio da liberação de saque da conta do FGTS fica para quarta-feira
Pagamento de seguro-desemprego por crédito em conta é adiado
País ganha 480 mil vagas com carteira no trimestre encerrado em abril

O evento promovido na Arena das Dunas pelo sistema das federações da Indústria (Fiern), do Transporte (Fetronor), da Agricultura (Faern) e do Comércio (Fecomércio), contou com palestra do secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho.

“Até setembro a gente lança a carteira de trabalho digital que substituirá completamente a carteira de trabalho em papel”, explicou Bruno Dalcolmo. Mesmo assim, esclareceu, por algum tempo as pessoas ainda poderão optar caso queiram fazer a “azulzinha”.

De acordo com o secretário, a partir do lançamento da carteira de trabalho digital qualquer trabalhador poderá requisitar o documento pela internet. Ele disse que não é mais aceitável, no Brasil, que centenas de pessoas durmam na frente de uma agência federal com o objetivo de obter suas carteiras de trabalho para concorrer a uma vaga de emprego.

Carteira de trabalho digital conterá todos os dados trabalhistas, sem riscos de perda por acidente. Foto: Agência Brasil

Carteira de trabalho digital conterá todos os dados trabalhistas, sem riscos de perda por acidente. Foto: Agência Brasil

O secretário explicou que o processo de “transformação digital” também será aplicado ao seguro-desemprego. Nesse caso, “a partir do final do ano”, as pessoas não precisarão mais ir em agências requisitar o benefício. tudo será feito pela internet.

“Inclusive os recursos, quando o seguro for indeferido, vão poder ser feitos online também”, anunciou. O secretário informou ainda que não há nada de concreto com relação ao fim da multa de 40% das demissões, assunto citado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Bruno Dalcomo explicou que a equipe está focada em outras questão agora: “a única discussão que existe é melhorar as formas de saque dos trabalhadores com relação ao FGTS”. Segundo ele, o anúncio sobre isso deve sair ainda esta semana.

Jair Bolsonaro anunciou semana passada que o governo trabalha para liberar o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço das contas ativas e inativas. A medida, entretanto, ainda está sendo fechada para ser oficializada. A expectativa é que o anúncio ocorra quarta-feira (24).

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: