O portal do Sistema Opinião

POP9

Votação adiada

pe

Vereadores querem mudar projeto de climatização em ônibus

Grupo de parlamentares apresentou um substitutivo à mesa diretora e o presidente da Câmara, Eduardo Marques (PSB) encaminhou de volta o projeto para análise das comissões

Maio 13, 2019 às 16:47 - Por:

Foi a segunda vez que a votação do projeto que prevê ar-condicionado nos ônibus do Recife foi adiada. Foto: Câmara do Recife

Foi a segunda vez que a votação do projeto que prevê ar-condicionado nos ônibus do Recife foi adiada. Foto: Câmara do Recife

A votação do projeto que obriga ar-condicionado dentro dos ônibus que circulam no Recife foi adiada pela segunda vez nesta segunda-feira (13) na Câmara de Vereadores. Desta vez porque um grupo de vereadores apresentou um substitutivo para alterar a redação do projeto que prevê a instalação dos equipamentos em seis meses.

O vereador Samuel Salazar (PRTB) apresentou as emendas à mesa diretora em que a implantação do sistema seria feita progressivamente e não em seis meses. Assim, haveria ar-condicionado em todos os ônibus em cerca de sete anos. O presidente da Casa, Eduardo Marques (PSB), recebeu o documento que tinha 21 assinaturas e determinou o envio da pauta às comissões temáticas. Elas terão seis dias úteis para apreciar o texto e apresentar um parecer.

Leia também:
Câmara discute projeto que obriga ar-condicionado nos ônibus no Recife

“Eu não sou contra ter ar-condicionado dentro dos ônibus. Apresentei o substitutivo porque o projeto está com a redação errada. Por isso, amanhã vamos fazer análise desse substitutivo e faço um apelo ao presidente para que, se puder, já na quarta-feira coloque em votação”, afirmou Samuel Salazar

O autor do projeto, Alcides Teixeira Neto, no entanto, criticou a iniciativa dos colegas de legislativo. “Esse substitutivo foi feito na cozinha das empresas de ônibus que visam somente o lucro para os patroes que acham que não pode ter ar-condicionado agora”, ironizou.

Ele também questionou o fato de não ter participado da conversa para apresentação das mudanças ao projeto. “Por que não me chamaram ontem, por que não me chamaram no sábado para discutir com cada um aqui?”.

Na sexta-feira (8) o projeto chegou a ser colocado na ordem do dia, mas a votação acabou não ocorrendo por falta de quórum.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: