O portal do Sistema Opinião

POP9

Apelo

pe

Vereador quer que homens que agrediram mulheres usem pulseira eletrônica

Semelhante à tornozeleira usada por presos, dispositivo iria monitorar o deslocamento do agressor e emitiria um alerta quando ele se aproximasse da ex-companheira com medida protetiva

agosto 7, 2019 às 16:18 - Por:

Proposta para obrigar agressores a usar pulseira eletrônica foi sugerida à Câmara Federal e ao governo do estado. Foto: Akira Onuma/ Ascom Susipe

Proposta para obrigar agressores a usar pulseira eletrônica foi sugerida à Câmara Federal e ao governo do estado. Foto: Akira Onuma/ Ascom Susipe

No dia em que a Lei Maria da Penha completa 13 anos, o vereador do Recife Hélio Guabiraba (sem partido) disse que irá apresentar um requerimento ao Governo do Estado e à Câmara Federal para que seja feito um projeto que obriga agressores de mulheres a usarem uma pulseira eletrônica.

O dispositivo iria monitorar o deslocamento do suspeito e emitir um alerta quando ele se aproximasse da ex-companheira com medida protetiva. A proposta foi sugerida por Hélio Guabiraba porque a competência para tratar do assunto é do Estado ou da União.

Leia também:
Projeto quer obrigar bares a ajudar mulheres em situação de violência
Audiência na Câmara do Recife discute assédio sexual dentro de ônibus

“O país precisa discutir a possibilidade de algo mais rígido de forma que o agressor seja mais facilmente identificado e pensando duas vezes ao se aproximar da mulher que pediu a medida e uma forma seria o uso de um dispositivo no braço da pessoa, uma pulseira para que ele seja identificado com facilidade. Exposto, o agressor pensará duas vezes ao chegar perto da mulher. É preciso fazer alguma coisa para diminuir a quantidade de mortes”, disse Hélio.

O assunto também será discutido na Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara de Vereadores, nesta quarta-feira (7). Para a vereadora Aline Mariano (PP), embora o tema seja discutido há anos, ainda são necessárias medidas para barrar o machismo. “Quanto mais exposto o agressor, melhor, se envergonha para que ele possa mudar a sua cultura”, disse a progressista.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: