O portal do Sistema Opinião

POP9

Balanço

pe

“Toda primeira vez é muito bom”, define Bolsonaro sobre reunião no Recife

Frase dita pelo presidente foi para resumir o encontro com governadores do Nordeste e de Minas Gerais nesta sexta-feira, no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea

Maio 24, 2019 às 14:57 - Por:

O presidente Jair Bolsonaro foi recepcionado pelo governador Paulo Câmara na 25ª Runião do Conselho Deliberativo da Sudene, no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea. Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro foi recepcionado pelo governador Paulo Câmara na 25ª Reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea. Foto: Marcos Corrêa/PR

“Toda primeira vez é muito bom. Estou muito feliz”. Foi assim que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) definiu a 25ª Reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, nesta sexta-feira (24), no Instituto Ricardo Brennand, na Várzea, Zona Oeste do Recife. O encontro reuniu os nove governadores do Nordeste, além do de Minas Gerais, a maioria de oposição ao governo federal.

Questionado por jornalistas em uma rápida coletiva de imprensa, ele disse que não sabe quando voltará ao Nordeste porque tem muitos encontros pelo mundo afora. “A agenda é muito grande. É o mundo todo. Tenho compromisso na Argentina no começo do mês que vem agora. Estamos preocupados também com a Argentina, que é um grande parceiro”, falou.

Irônico e provocativo, Bolsonaro não quis responder sobre os índices de rejeição do governo, principalmente no Nordeste. “Vamos fazer perguntas inteligentes por favor”, disparou aos repórteres que cobriam o evento.

Leia também:
Trabalho é para “fazer justiça a essa região”, afirma Bolsonaro sobre o NE
Governadores participam de 1ª reunião com Bolsonaro no NE
Bolsonaro chega a PE para anunciar verbas e entregar casas

Na ocasião, os governadores conseguiram aprovar a distribuição de 30% do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste para os estados na área de Infraestrutura. As verbas poderão ser repassadas aos estados que possuem nota C no ranking de bons pagadores, a exemplo de Pernambuco. Normalmente os empréstimos são dados apenas aos que têm nota A e B.

No evento foi lançado ainda o Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE). De acordo com o Superintendente da Sudene, Mauro de Paula, o documento vai orientar a política de desenvolvimento da região e pedidos de financiamento nos próximos 12 anos. Com aplicação imediata, o plano terá vigência até 2023 e foi baseado em seis eixos, cujos projetos prioritários foram encaminhados à Sudene pelos estados.

“Será um instrumento valioso para os PPAs dos estados e municípios”, afirmou. No entanto, o desafio de Bolsonaro será colocar em prática uma governança regional, com boa articulação política e tomada de decisões.

“Os atuais modelos de financiamento se mostram insuficiente. Por isso, é necessário novos arranjos de desenvolvimento. É preciso Colocar a Sudene no seu lugar institucional, que é ser protagonista das ações do Nordeste, buscando mais harmonia com outros entes do país”, ponderou o superintendente.

Outra boa notícia foi o aporte de R$ 4 bilhões no Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado pelo Bando do Nordeste (BNB). Desses, R$ 3 bilhões são para serem usados em infraestrutura e R$ 1 bilhão para microcrédito. Segundo o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, os recursos virão do retorno dos investimentos que serão feitos.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: