O portal do Sistema Opinião

POP9

Declaração

pe

“Sou um pernambucano teimoso”, diz Lula sobre obsessão por inocência

Lula deu sua primeira entrevista após a prisão nesta sexta-feira por uma decisão do presidente do STF, Dias Toffoli

Abril 26, 2019 às 17:58 - Por:

Lula citou Pernambuco para falar sobre a vontade de provar sua inocência. Foto: Reprodução/El Pais

Lula citou Pernambuco para falar sobre a vontade de provar sua inocência. Foto: Reprodução/El Pais

“Eles sabem que sou um pernambucano teimoso. Digo sempre que quem nasceu em Pernambuco e não morreu de fome até os cinco anos de idade não se curva a mais nada”. A frase foi dita pelo ex-presidente Lula (PT) nesta sexta-feira (26) para explicar uma obsessão que diz ter criado: provar sua inocência e a suposta farsa que o condenou por corrupção e lavagem de dinheiro.

“Pensam que não eu gostaria de estar em casa? Eu adoraria estar em casa com minha mulher, adoraria estar em casa com meus filhos, com meus netos, adoraria estar em casa com meus companheiros. Mas não faço nenhuma questão porque quero sair daqui com a cabeça erguida como entrei: inocente”, afirmou em entrevista exclusiva aos jornais Folha de São Paulo e El País após uma polêmica decisão do presidente do STF, Dias Toffoli.

Leia também:
Em entrevista, Lula diz que Brasil é “governado por bando de maluco”

Questionado sobre a possibilidade de passar muito tempo preso, Lula disse que não há problema porque dorme todo dia com a consciência tranquila. “E tenho certeza de que o (procurador Deltan) Dallagnol não dorme, que o Moro (ex-juiz que o condenou) não dorme”, acrescentou.

Lula afirmou ainda que prefere ficar preso cem anos a abrir mão de sua dignidade. Os petista foi condenador a 12 anos e um mês, mas a pena foi reduzida nesta semana pelo STF para oito anos, dez meses e 20 dias.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: