O portal do Sistema Opinião

POP9

Em Goiana

pe

Sinpol quer punição de PMs que atuaram como investigadores

Embora a função investigativa seja exclusiva de policiais civis, militares foram flagrados se passando por compradores de drogas em uma operação para prender um traficante

Maio 6, 2019 às 12:46 - Por:

Sinpol enviou ofício à Corregedoria em que pede punição a policiais militares que atuam como investigadores. Foto: Reprodução/Google Maps

Sinpol enviou ofício à Corregedoria em que pede punição a policiais militares que atuam como investigadores. Foto: Reprodução/Google Maps

O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) pediu nesta segunda-feira (6) à Corregedoria de Polícia e ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) a punição de policiais militares que foram flagrados atuando como investigadores em uma operação para prender um traficante de drogas em Goiana, no Grande Recife.

Segundo a entidade, os agentes se passavam por compradores de entorpecentes e alegaram estar a serviço de uma investigação. Os militares estavam armados, alguns fardados e outros não. O caso ocorreu no dia 22 de abril deste ano.

Para o Sinpol, por pouco a operação não resultou em tragédia. A situação só foi constatada porque policiais civis acompanhavam a atividade do tráfico na região e interceptaram, com autorização judicial, uma ligação telefônica entre possíveis compradores e o traficante. A investigação identificou o encontro, com data e hora marcada, mas quando chegaram se depararam com os policiais militares.

A categoria classificou o caso como “usurpação de função”. Isso porque de acordo com a Constituição, a função de investigador é exclusiva de policiais civis e militares podem investigar apenas outros militares.

Por causa do episódio, o Sinpol enviou um ofício aos órgãos competentes para apurar quem ordenou a ação e que todos os participantes sejam punidos. “Compreendemos que a Constituição é muito clara sobre os limites de atuação de cada Polícia e, por isso, exigimos que este limite seja respeitado, em nome da segurança, eficiência e bom trabalho de todos nós”, destacou o sindicato, em nota.

Procurada, a Polícia Militar informou que aguarda o acionamento do Ministério Público e da Corregedoria Geral da SDS para se posicionar sobre a denúncia.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: