O portal do Sistema Opinião

POP9

Inquérito

pe

Servidores do Grande Recife investigados por usar carro do órgão em fins particulares

Uma das pessoas investigadas também é suspeita de não comparecer ao trabalho e, mesmo assim, receber salário de R$ 6.338,88

junho 25, 2019 às 16:29 - Por:

Servidores investigados pelo MPPE são lotados na Divisão de Manutenção de Equipamentos Urbanos do Grande Recife. Foto: Reprodução/Google Maps

Servidores investigados pelo MPPE são lotados na Divisão de Manutenção de Equipamentos Urbanos do Grande Recife. Foto: Reprodução/Google Maps

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) investiga três servidores do Grande Recife Consórcio de Transportes suspeitos de usarem um carro e mão de obra do órgão em atividades particulares, além de receber salário sem comparecer ao trabalho. Os funcionários estariam lotados na Divisão de Manutenção de Equipamentos Urbanos (Dime). A denúncia foi feita por meio da ouvidoria do MPPE.

De acordo com as primeiras apurações, dois funcionários investigados estariam usando empregados terceirizados da Dime em uma empresa privada de propriedade deles. Um dos servidores também usaria o veículo oficial do Dime para se deslocar a restaurantes e transportar sua namorada de casa para o trabalho e vice-versa.

Já a terceira pessoa investigada, que exerce função de chefia, teria conhecimento das irregularidades e deixado de tomar providências. Ela também é acusada de não comparecer ao trabalho e, mesmo assim, receber salário. Segundo o Portal da Transparência a remuneração dela é de R$ 6.338,88.

Leia também:
MPPE investiga servidor da Emlurb que recebe salário sem ir ao trabalho

Diante do caso, a promotora de Justiça Áurea Rosane Vieira designou uma audiência no dia 28 de agosto para ouvir os servidores. A promotora pediu ainda que o Grande Recife envie, no prazo de 20 dias, a ficha de frequência dos servidores, com horários de entrada e saída, as normas de uso do veículo e a relação dos empregados terceirizados.

Em nota, o Grande Recife informou que recebeu, no fim da tarde desta quarta-feira (19), a notificação do Ministério Público de Pernambuco. “No momento, o Consórcio está reunindo os documentos solicitados e responderá diretamente ao MPPE dentro do prazo legal estipulado”, finalizou.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: