O portal do Sistema Opinião

POP9

Redução

pe

Queijarias artesanais pagarão menos pelo licenciamento ambiental

Medida foi anunciada pelo governo do estado como forma de estimular a cadeia produtiva do leite no Agreste Meridional de Pernambuco

setembro 5, 2019 às 20:17 - Por:

Redução da taxa de licenciamento para queijarias artesanais foi anunciada nesta quinta-feira (5). Foto: Gabriel Jabur/ Agência Brasília

Redução da taxa de licenciamento para queijarias artesanais foi anunciada nesta quinta-feira (5). Foto: Gabriel Jabur/ Agência Brasília

As queijarias artesanais com sede de Pernambuco vão pagar menos para tirar o licenciamento ambiental para fabricação dos produtos. A redução na taxa, que passará de R$ 4,9 mil para R$ 800, a depender do porte da queijaria, foi anunciada nesta quinta-feira (5), em Garanhuns, pelo governo do estado como forma de estimular a cadeia produtiva do leite no Agreste. Empresas do ramo também terão direito a benefícios fiscais.

A licença ambiental às queijarias é concedida pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), que teve uma instrução normativa modificada para incluir a classificação para licença às produtoras artesanais.

Houve ainda a assinatura de um convênio entre o Sebrae-PE e a AD Diper para a capacitação e acompanhamento da implantação de 50 novas queijarias artesanais, da elaboração do projeto à comercialização. O investimento é de cerca de R$ 303 mil.

Ao longo de seis anos de seca, a produção de leite no estado, que é um dos dez maiores produtores de leite do país, chegou a cair 31%. Aproximadamente 250 mil pessoas do Agreste Meridional do estado vivem da bacia leiteira, e de acordo com o Executivo Estadual.

“A bacia leiteira passou por uma seca muito grande e tem precisado de apoio do Governo do Estado. Desde alguns incentivos fiscais, algumas barreiras fiscais também, mas tudo para melhorar a qualidade do leite e também a quantidade e o preço, para os produtores poderem produzir aqui”, comentou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: