O portal do Sistema Opinião

POP9

Punição

pe

PSB abre processo contra Felipe Carreras por votar pela reforma da Previdência

Representações contra outros dez deputados federais do partido também foram aceitas pelo Conselho de Ética da legenda

julho 15, 2019 às 15:18 - Por:

As punições aos deputados que votaram a favor da reforma da Previdência podem ir desde advertência até a expulsão. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

As punições aos deputados que votaram a favor da reforma da Previdência podem ir desde advertência até a expulsão. Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O PSB abriu nesta segunda-feira (15) processos administrativos contra o deputado federal pernambucano Felipe Carreras e outros dez colegas de bancada por terem votado a favor da reforma da Previdência na Câmara Federal. O partido havia fechado questão conta a proposta. As punições aos socialistas podem ir de advertência à expulsão.

Uma eventual saída de Carreras pode, no entanto, representar um risco à sigla. É que ele já externou o desejo de disputar a Prefeitura do Recife em 2020 contra uma possível candidatura do deputado federal João Campos (PSB). Os dois tem bases eleitorais semelhantes e alguns partidos já sinalizam ao projeto de Carreiras.

Diante disso, movimentos dentro da agremiação socialista buscam acalmar os ânimos e defender sanções mais brandas. Além disso, os “conciliadores” sublinham que perder 11 cadeiras na Casa não seria bom para o partido, que fez 32 deputados nas eleições de 2018.

Leia também:
Maioria dos deputados pernambucanos votou pela reforma da Previdência. Veja

O deputado estadual e vice-líder do PSB na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Diogo Moraes, por exemplo, afirmou que o PSB não pode perder um quadro histórico e importante como Felipe Carreras por uma votação. “É preciso considerar toda sua história de lealdade e serviços prestados ao partido e, sobretudo, ao povo pernambucano”, acrescentou.

Na mesma linha, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) destacou a trajetória política de cerca de 20 anos de Carreras. “Com destacada contribuição à gestão estadual, teve uma passagem brilhante à frente da Secretaria de Turismo e Esportes, em especial no relacionamento com o trade turístico, na promoção de Pernambuco no Brasil e no mundo inteiro”.

As representações contra os parlamentares foram apresentadas na sexta-feira (12) ao presidente nacional da legenda, Carlos Siqueira, que encaminhou o processo ao conselho. Os documentos pedem a “a censura pública, o cancelamento de filiação, a expulsão e o ressarcimento” do investimento feito pelo partido nas campanhas dos deputados em 2018.

De acordo com o presidente do Conselho de Ética da sigla, Alexandre Navarro, a votação divergente da orientação da sigla dá fundamento para que a abertura do processo. Após abrir o procedimento, os deputados terão 10 dias para se defenderem. Depois, o conselho produzirá uma recomendação e o Diretório Nacional irá dar a decisão final.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: