O portal do Sistema Opinião

POP9

Transparência

pe

Parentes de prefeita ocupam cargos na Prefeitura de Camaragibe

Filho, irmã e ex-cunhado de Nadegi Queiroz exercem atividades no primeiro escalão do governo e no Fundo Municipal de Saúde

setembro 9, 2019 às 20:17 - Por:

Nadegi Queiroz assumiu a prefeitura em junho deste ano, após o prefeito Demóstenes Meira ser preso suspeito de liderar esquema que desviou R$ 60 milhões do município. Foto: Lins Andrade/Divulgação

Nadegi Queiroz assumiu a prefeitura em junho deste ano, após o prefeito Demóstenes Meira ser preso suspeito de liderar esquema que desviou R$ 60 milhões do município. Foto: Lins Andrade/Divulgação

Há pouco mais de dois meses a frente da Prefeitura de Camaragibe, a prefeita em exercício, Nadegi Queiroz, tem três familiares com cargos no governo municipal. Depois de exonerar a noiva do prefeito Demóstenes Meira (PTB), irmãos dele e uma dezena de secretários, a gestora montou um novo time e uma das vagas no primeiro escalão ficou para seu o filho.

O advogado João Victor Queiroz do Nascimento é secretário de Governo e tem salário de R$ 8,7 mil. No site da prefeitura, o nome e a foto dele não aparecem, no entanto, a nomeação foi confirmada pelo Executivo Municipal. Nas eleições de 2016, ele se candidatou a vereador de Camaragibe, mas não foi eleito.

Outro que ganhou espaço na gestão foi o irmão do ex-marido de Nadegi, Arnon Nascimento, nomeado como secretário de Saúde. Segundo o site da prefeitura, Arnon é formando em odontologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e tem cerca de 35 anos de experiência na área de saúde.

Leia também:
Nadegi Queiroz monta novo secretariado de Camaragibe. Confira
Camaragibe: verba pública custeia viagens de prefeito e noiva a SP
Prefeito de Camaragibe preso em operação da Polícia Civil de PE
Vice de Demóstenes, Nadegi Queiroz assume Prefeitura de Camaragibe
Coaf: 128 depósitos atípicos na conta do prefeito de Camaragibe

Já a irmã da prefeita, Nelsa Alves de Queiroz Plácido, ocupa cargo no Fundo Municipal de Saúde de Camaragibe com contrato por tempo determinado, segundo documentos da administração pública. O blog perguntou à prefeitura desde quando ela atua na função, mas a data exata não foi informada.

As informações dos servidores no Portal da Transparência de Camaragibe aparecem como “temporariamente indisponíveis”. Apesar disso, a reportagem encontrou uma prestação de contas do governo municipal de 2015 em que o nome de Nelsa Alves aparece como admitida no Fundo Municipal de Saúde em 2 de maio de 2012. O salário dela, na época, era de R$ 1.687,79.

Em nota, a prefeitura informou, entretanto, que a irmã de Nadegi está na prefeitura há 11 anos. “Nelsa entrou na prefeitura por meio de seleção simplificada, sem qualquer interferência da irmã nisso. Passou por seus próprios méritos. Seu trabalho é tão bem avaliado que ela está há uma década desempenhando sua função, tendo passado por outros prefeitos”, destacou.

Embora exerça atividades em Camaragibe, o nome dela também consta como servidora efetiva na Prefeitura de São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. Segundo o Portal da Transparência, ela foi admitida em 1987 e exerce a função de auxiliar administrativo na Secretaria de Administração. A carga horária é de 36 horas semanais e o salário é de R$ 1.247,50.

Sobre a acumulação de cargos, o município de Camaragibe confirmou que Nelsa faz parte do quadro de pessoal de São Lourenço e informou que ela estaria de licença-prêmio, benefício de seis meses concedido por decênio de serviços prestados ao município, de acordo com a Lei Orgânica.

Às 14h30 desta segunda-feira (9), o blog também entrou em contato com a Prefeitura de São Lourenço da Mata. Horas depois, o nome da irmã de Nadegi sumiu do quadro funcional de servidores do Portal da Transparência. O sistema registrou uma atualização no site, na área da folha de pagamento, às 15h58 desta segunda. A administração municipal não respondeu aos questionamentos do blog até a publicação desta matéria.

De acordo com a Constituição Federal, a acumulação de cargos é permitida somente quando houver compatibilidade de horários e nos casos de dois cargos de professor, sendo um cargo de professor com outro técnico ou científico ou a de dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde, com profissões regulamentada.

Prefeita em exercício

Nadegi Queiroz assumiu o comando de Camaragibe após Demóstenes Meira ser preso. O gestor é apontado pela Polícia Civil como líder de um esquema criminoso que teria desviado R$ 60 milhões do município.

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou que foram feitos 128 depósitos na conta bancaria dele. As transações foram fracionadas com valor de até R$ 9.950 cada, quantia em que não é necessária a identificação do depositante.

Na nota enviada pela prefeitura, não foi dada nenhuma resposta dos parentes da prefeita citados, mas o blog está aberto a posicionamentos posteriores.

Confira a nota da Prefeitura de Camaragibe:

João Victor Queiroz é um advogado com militância política de anos em Camaragibe, inclusive, já tendo sido candidato na cidade. Ele integra o grupo político da prefeita bem antes dela assumir o cargo. Sua função no governo é a de articulação política, trabalho que ele sempre fez. E que faria naturalmente, estando nomeado ou não. Ele ocupa um cargo de confiança. João é um agente político de Camaragibe; não ordena despesa, por exemplo.

Arnon Nascimento é um dentista com vivência de anos em saúde pública. Esteve na equipe da prefeita quando a mesma foi secretária de Saúde, tendo atuado com bastante destaque nas funções públicas que exerceu. O fato dele ser irmão do ex-marido da prefeita em nada interfere no seu trabalho de, sob o comando da prefeita, recuperar a saúde do município.

Nelsa Alves está na prefeitura há 11 anos, quando a sua irmã nem sonhava em ser prefeita. Nelsa entrou por meio de seleção simplificada; sem qualquer interferência da irmã nisso. Passou por seus próprios méritos. Seu trabalho é tão bem avaliado que ela está há de uma década desemprenhando sua função, tendo passado por outros prefeitos.

Ela (Nelsa) é servidora efetiva de São Lourenço da Mata e está em licença premium.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: