O portal do Sistema Opinião

POP9

Recomendação

pe

MPF pede ao governo do estado inclusão de gastos com OS na folha de pessoal

Órgão quer que pagamento a servidores das organizações sociais que administram os hospitais de Pernambuco esteja dentro do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal

junho 26, 2019 às 16:40 - Por:

MPF deu prazo de 10 dias para que governo do estado informe se vai incluir pagamentos a servidores de OS na folha de pessoal do estado

O Ministério Público federal (MPF) recomendou ao governo de Pernambuco que inclua na descrição de gastos com o pessoal os pagamentos feitos a servidores de organizações sociais que administram vários hospitais públicos do estado. A medida deve ser adotada em até 90 dias, caso seja acatada pela administração.

O pedido da procuradora da República Silvia Regina Pontes foi feito após instauração de inquérito para apurar se a Secretaria Estadual de Saúde (SES) contabiliza o dinheiro recebido pelo governo federal e gasto com pessoal das OSs dentro do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A questão foi alertada pelo procurador Cristiano Pimentel, do Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO).

Leia também:
Procurador questiona gasto de R$ 182 mil da SES com revistas da “Turma da Mônica”

A iniciativa é para evitar eventuais contratações indiscriminadas de pessoal, sem levar em conta os limites impostos pela LRF, além de dar mais transparência às despesas do estado. O governo do estado deverá informar ao MPF se vai acatar a medida no prazo de 10 dias.

Em caso afirmativo, requer que sejam informadas também as providências a serem adotadas, e respectivo cronograma de cumprimento.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: