O portal do Sistema Opinião

POP9

Fortalecimento

pe

De olho na Prefeitura do Recife, Túlio Gadêlha consegue filiar apoiadores

Desde o começo do ano o deputado federal percorre a Região Metropolitana do Recife (RMR) atrás de novos filiados. Articulação teria resultado em duas mil novas filiações

Abril 8, 2019 às 17:01 - Por:

Articulação de Túlio Gadelha teria resultado em 2 mil novas filiações ao PDT. Foto: Plínio Xavier/Câmara dos Deputados

Articulação de Túlio Gadelha teria resultado em 2 mil novas filiações ao PDT. Foto: Plínio Xavier/Câmara dos Deputados

Cotado para a disputar a Prefeitura do Recife em 2020, o deputado federal Túlio Gadêlha (PDT) trabalha para ganhar mais musculatura dentro do partido que hoje é comandado pelo também deputado federal Wolney Queiroz (PDT). Desde o começo do ano Túlio percorre a Região Metropolitana do Recife (RMR) atrás de novos filiados. Até o momento teria conseguido cerca de dois mil membros.

Com o apoio do novos quadros Túlio acerta em vários aspectos. Além de fortalecer a legenda em que milita, ele poderia conseguir alçar um cargo de mais poder na sigla, como a própria presidência ou a tesouraria. O namorado da apresentadora Fátima Bernardes já foi secretário geral de 2009 a 2013. A escolha da nova direção do PDT será em abril por meio da votação dos filiados.

Mais forte dentro do partido, mais fácil fica viabilizar uma eventual candidatura a prefeito da capital pernambucana. Em 2018, Túlio foi nomeado presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe) num evento rodeado de holofotes, mas foi exonerado 79 dias depois e avisado por telefone.

Leia também:
Túlio Gadêlha quer acabar com comissão provisória presidida por Wolney Queiroz

Nos bastidores, circula a informação de que a saída teria sido motivada por fogo amigo. Na época, ele disse que sua demissão foi um ajuste partidário e eleitoreiro, que macula a política. Diante disso, fortalecer uma corrente dentro do PDT é, sobretudo, questão estratégica.

Neste ano, o presidente nacional do partido, Carlos Lupi, orientou os diretórios a lançarem candidaturas nas capitais e municípios da RMR. De acordo com o presidente da Fundação Leonel Brizola, Pedro Josephi, a agremiação trabalha para ter candidato no Recife e o melhor nome é o de Túlio.

Segundo Pedro Josephi, que deixou o Psol para trabalhar em parceria com Túlio no PDT, os novos filiados são pessoas que acreditam em Túlio, que votaram nele, em Ciro Gomes à Presidência e outros que querem ser candidatos nas eleições do próximo ano. De acordo com ele, as fichas de filiação foram abonadas por Lupi e Ciro Gomes em um evento no Rio de Janeiro.

Questionado se o possível crescimento de Túlio poderia causar impacto dentro do partido, ele afirmou que o fortalecimento do deputado é bom para todos. “Wolney, por exemplo, tem sua importância no partido e é muito respeitado, mas é uma liderança com trabalho mais voltado no Nordeste. E quanto mais Túlio cresce, mais o partido cresce e Wolney acaba também se fortalecendo”, disse.

Nesta quarta-feira (10), a fundação promove o “PDT de Portas Abertas” para recepcionar os novos filiados. O evento começa às 19h, na sede da sigla, na Avenida João de Barros, na Boa Vista. O grupo também costura a vinda do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) ao Recife em maio. Segundo Josephi, Ciro fará uma avaliação dos 100 dias do governo de Jair Bolsonaro

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: