O portal do Sistema Opinião

POP9

Programas

pe

Damares quer transformar Jaboatão em “case” de proteção à mulher

Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos lançou nesta sexta-feira (13) dois programas de combate à violência contra mulher no município

setembro 13, 2019 às 17:00 - Por:

A ministra Damares Alves vistou nesta sexta-feira (13) o local onde abrigará o Espaço Mulher Empreendedora, em Jaboatão dos Guararapes, junto com o clã dos Ferreira. Foto: Reprodução/Facebook@andreferreira

A ministra Damares Alves vistou nesta sexta-feira (13) o local onde abrigará o Espaço Mulher Empreendedora, em Jaboatão dos Guararapes, junto com o clã dos Ferreira. Foto: Reprodução/[email protected]

“Aqui é o lugar ideal para os programas pilotos”. Foi assim que a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, classificou nesta sexta-feira (13) a escolha de Jaboatão, no Grande Recife, para sediar dois programas do governo federal de combate à violência contra a mulher.

Segundo ela, a gestão do prefeito Anderson Ferreira (PL) e o ministério têm configurações semelhantes por defenderem as mesmas pautas. No bojo da Secretaria de Assistência Social e Cidadania da prefeitura há as secretarias da Mulher, dos Direitos Humanos e da Família.

“O prefeito já bateu em nossa porta inúmeras vezes, querendo trazer todos os projetos do ministério para cá. Nós vamos fortalecer o que já existe. Aqui é o lugar ideal para os programas pilotos”, afirmou a ministra para acrescentar que a a ideia é transformar a cidade em um “case” para o estado.

Um dos programas anunciados por ela foi o “Salve Uma Mulher”, que vai orientar profissionais que trabalham com o público feminino a identificar sinais de agressão. O outro é o “Qualifica”, programa de capacitação de mão de obra que visa aumentar a autoestima e empoderamento das mulheres.

Leia também:
Em reduto de prefeito evangélico, Damares anuncia programas em Jaboatão
Deputada diz que se inspira em Damares para exercer mandato
Damares vira cidadã de Sergipe e provoca opositores: “Aceitem que doí menos”

“Juntos, eles não só salvam a mulher do ciclo de violência doméstica, como também colaboram para que esta mulher que estava em situação de violência, possa ter sua autonomia financeira, permitindo que ela, empoderada, tenha a possibilidade de cortar todos os vínculos com este agressor”, afirmou a ministra.

Os programas funcionarão no Espaço Mulher Empreendedora, que funcionará no Mercado das Mangueiras, no bairro de Prazeres. A previsão é que ele seja inaugurado no próximo mês. A estrutura foi um dos motivos para escolha do município, argumentou Damares Alves.

Antes do anúncio, a ministra visitou o centro administrativo de Jaboatão ao lado do clã dos ferreira, que têm inserção no segmento evangélico, assim como Damares, que é pastora. Na quarta-feira (11), a ministra se reuniu com o deputado federal, André Ferreira (PSC), irmão do prefeito.

Chamado pela ministra de amigo e parceiro, Anderson construiu uma estreita relação com Damares anos atrás na Câmara dos Deputados em Brasília. O prefeito era integrante da Comissão de Direitos Humanos e a ministra atuava como assessora de parlamentares do colegiado.

Depois, a ministra foi assessora do pastor e ex-senador, Magno Malta, que é amigo de Anderson Ferreira e filiado ao mesmo partido. Após assumir o ministério, Damares recebeu Anderson em seu gabinete e a amizade foi um “empurrãozinho” na escolha de Jaboatão para receber os programas. Os anúncios podem, inclusive, turbinar o projeto de reeleição do prefeito, em 2020.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: