O portal do Sistema Opinião

POP9

Denúncia

pe

Câmara de Goiana abre processo de impeachment contra prefeito e vice

Osvaldo Rabelo Filho e o vice, Eduardo Honório, são acusados pelos vereadores de praticar superfaturamento em contratos da prefeitura

julho 11, 2019 às 22:02 - Por:

Frase polêmica sobre peitos de mulheres foi dita do prefeito de Goiana em plena entrevista ao vivo a uma rádio local. Foto: Reprodução

Frase polêmica sobre peitos de mulheres foi dita do prefeito de Goiana em plena entrevista ao vivo a uma rádio local. Foto: Reprodução

A Câmara de Vereadores de Goiana, no Grande Recife, abriu nesta quinta-feira (11) um processo de impeachment contra o prefeito Osvaldo Rabelo Filho, e o vice, Eduardo Honório Carneiro, por suposto superfaturamento em contratos da prefeitura. O pedido de cassação foi aprovado pelo voto de todos os 15 parlamentares.

De acordo com o vereador Bruno Salsa, serão analisadas possíveis fraudes em um contrato de R$ 9 milhões feito com uma empresa de limpeza urbana em 2017. O estabelecimento executa atividades como varrição de ruas, capinação, pintura de meio fio, limpeza de praias, locação de veículos e coleta de resíduos sólidos. Segundo ele, 66 itens do contrato são considerados suspeitos. Entre eles, o transporte irregular de resíduos.

No ano passado, 13 vereadores que compõem a oposição, denunciaram ao Ministério Público de Pernambuco que metralhas estariam sendo transportadas como se fossem lixo domiciliar. Segundo o portal Tome Conta do Tribunal de Contas do Estado, o transporte de metralhas custa R$ 64, 47 por tonelada enquanto o lixo comum custa R$ 116,24 por tonelada.

Outro ponto apontado pela denúncia se refere à limpeza das praias. Embora Goiana tenha seis praias, num trecho de 18 quilômetros, o contrato prevê a limpeza de um trecho de 120 quilômetros. Pelo quilômetro limpo, a prefeitura pagou R$ 251, 23. O contrato com a empresa está no seu terceiro termo aditivo, cujos acréscimos em dois dos termos foram de R$ 395, 8 mil e R$ 449 mil.

“Se for comparar o contrato no ano de 2016 com o de 2017, o que já foi superfaturado é vergonho porque nossa cidade não tem limpeza pública”, afirmou o vereador André Ferreira de Souza. Em seguida, ele pediu a união de governistas e opositores para julgar o prefeito e o vice.

Uma comissão formada por três legisladores vai analisar as denúncias e elaborar um parecer. A prefeitura será notificada e terá prazo de 10 dias para apresentar a defesa. A expectativa é que o processo tenha um desfecho em 90 dias. Após esse período, o pedido será colocado em votação no plenário da Casa. Atualmente o gestor está afastado das atividades para tratamento de saúde.

Leia também:
Prefeito diz que buraqueira estaria deixando os “peitos das mulheres moles”

O prefeito Osvaldo Rabelo e a vereadores estão em queda de braço desde o começo do ano. Em maio, o prefeito acusou os legisladores de oposição de “incendiar” uma polêmica entrevista do gestor em que ele diz a buraqueira na cidade estaria deixando os peitos das mulheres moles de tanto balançar. Na época, Osvaldo disse que os legisladores queriam tirar o foco a respeito de uma auditoria do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) feita para apurar as contas da casa.

Rebeca Silva

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: