O portal do Sistema Opinião

POP9

Ação

pe

Aluguel de imóveis abandonados da Prefeitura do Recife na berlinda

Locação do prédio, localizado na Avenida Visconde Suassuna, em Santo Amaro, custa R$ R$ 18.921,10 por mês aos cofres públicos do município

Março 18, 2019 às 17:30 - Por: Redação OP9

Um dos imóveis locados pela Prefeitura do Recife e que está sem uso fica em Santo Amaro, área central do Recife. Foto: Reprodução/Google Maps

Um dos imóveis locados pela Prefeitura do Recife e que está sem uso fica em Santo Amaro, área central do Recife. Foto: Reprodução/Google Maps

Após denunciar o gasto da Prefeitura do Recife com aluguel de imóveis abandonados na Câmara do Recife, o vereador Rinaldo Junior (PRB) pediu, nesta segunda-feira (18), ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE) uma liminar para suspender um dos contratos do governo que já dura cerca de nove anos. A locação do prédio, localizado na Avenida Visconde Suassuna, em Santo Amaro, custa R$ R$ 18.921,10 por mês aos cofres públicos do município. O imóvel está sem uso há pelo menos três anos está com as paredes pichadas, a fachada deteriorada e sem marquise.

Na representação, Rinaldo Junior pediu ainda que seja aberta uma investigação para apurar uma eventual improbidade administrativa. Para o legislador, houve mau uso de verbas públicas. “A verba poderia beneficiar outras ações na pasta da Saúde, como retirar os postos de saúde que estão funcionando improvisadamente em contêineres, como ocorre no bairro da Várzea”, acrescentou.

O aluguel do imóvel da Suassuna é feito pela Secretaria de Saúde com recursos do Fundo Municipal de Saúde. Segundo o líder do governo na Câmara, Eriberto Rafael (PTC), apesar do valor pago mensalmente pelo aluguel, o prédio funciona apenas como depósito de materiais.

No entanto, ele disse que há um projeto para recuperação do imóvel. Após as obras, o local deverá ter nova finalidade, a qual não foi informada à reportagem. De acordo com ele, entre 2013 e agosto de 2016, funcionou na área a Gerência Geral de Tecnologia da Informação da Secretaria de Saúde. O uso entre 2010 e 2013 não foi informado.

Comentários

OP9

Receba nossa newletter

Com que frequência deseja receber o informativo: